Por rafael.souza
Paraíba - Pelo menos seis assassinatos. Esse foi o número de homicídios registrado pela Polícia Civil - entre a noite de sábado e a madrugada do domingo - em João Pessoa, na Paraíba. Segundo a polícia, o último assassinato aconteceu por volta das 5h, horário local, desse domingo.
O primeiro crime aconteceu em no bairro de Gramame. Um homem, de 46 anos, foi baleado por um tiro após um grupo reagir a uma abordagem policial. A vítima chegou a ser encaminhada para um hospital da capital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no antedimento. A PM conseguiu prender os suspeitos. 
Publicidade
Também na noite do sábado, outros dois homicídios foram registrados na capital paraibana. O primeiro deles ocorreu no bairro do Róger, onde uma vítima não identificada foi encontrada morta por moradores do bairro. O homem teria sido atingido por disparos de arma de fogo. 
O outro crime aconteceu no bairro de Gramame, onde a polícia encontrou o corpo de Edson da Silva Santos, de 25 anos, em uma mata próxima de uma rodovia. O corpo já estava em avançado estado de decomposição e, até o momento, não há mais informações do crime.
Publicidade
Poucas horas depois, o sargento da Polícia Militar, Sandro Pereira da Silva, de 42 anos, morreu após ser baleado durante uma troca de tiros no bairro do Geisel. De acordo com a Polícia Civil, o PM fazia buscas com uma equipe da Polícia Militar,  por suspeitos de assaltarem um ônibus em um bairro de João Pessoa. O policial foi atingido por estilhaços de um tiro de espingarda no rosto e no braço, levado à um hospital, mas morreu após sofre uma parada cardiorrespiratória na madrugada desse domingo. Todos os suspeitos envolvidos no caso foram detidos.
O último caso foi registrado na tarde desse domingo, no bairro Quadramares, na capital. Um homem foi perseguido em morto a tiros. Segundo testemunhas, a vítima teria sido seguida por dois ocupantes de uma motocicleta. Os suspeitos se aproximaram do rapaz, que também estava em uma moto, e efetuaram os disparos.
Publicidade