Por fernanda.macedo

Santa Catarina - Uma mulher de 21 anos morreu afogada ao tentar salvar a sobrinha em uma represa da cidade de Camboriú, em Santa Catarina, no final da tarde de domingo. Bruna Stinn ainda conseguiu empurrar a criança para fora da água antes de ser levada pela forte correnteza do local.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a represa, localizada no Parque Linear, é classificada como imprópria para banho, já que possui correntezas muito fortes e grande profundidade, além de ter muitas pedras e ser cercada por arame farpado. O local é usado para contenção de enchentes e reservatório de captação de água.

A jovem Bruna Stinn%3A de acordo com os Bombeiros%2C área onde se afogou é imprópria para banhoReprodução / Facebook

"Pelos relatos, a menina caiu em um lugar em que não dava pé, a mulher foi tirar ela de lá, conseguiu, mas veio a se afogar. E, como não tinha guarda-vidas no local, não foi possível resgatá-la a tempo", diz ao iG o Tenente Isidoro, responsável pelo patrulhamento da área. "Não sabíamos que o pessoal estava se banhando lá. Desde domingo temos feito rondas para garantir que uma tragédia assim não volte a se repetir."

De acordo com a corporação, 24 pessoas morreram afogadas em Santa Catarina desde outubro, quando foi iniciada oficialmente a operação verão na unidade federativa. Destas, 20 foram a óbito no mar e 4 em água doce. No total, 105 pessoas foram resgatadas em situação de afogamento no período em território catarinense.

Fonte: IG

Você pode gostar