Eduardo Cunha pede ao STF para cancelar um dos inquéritos da Lava Jato

Com 107 páginas, o pedido foi protocolado em 18 de dezembro no processo que tramita sob segredo de Justiça

Por O Dia

Brasília - O presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), pediu ao Supremo Tribunal Federal que interrompa, até fevereiro de 2017, um dos inquéritos da Operação Lava Jato em que aparece como réu. Com 107 páginas, o pedido foi protocolado em 18 de dezembro no processo que tramita sob segredo de Justiça, conforme denúncia publicada pela ‘Folha de S. Paulo’.

Cunha quer cancelar Lava Jato Agencia Brasil

A defesa alega que, segundo a Constituição, o presidente da República não pode ser responsabilizado por atos estranhos ao exercício de suas funções durante o mandato. De acordo com os advogados, como o presidente da Câmara é o terceiro na linha de sucessão presidencial, o mesmo deve ser aplicado a ele “por analogia”.

Em agosto do ano passado, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, denunciou Cunha pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

Últimas de _legado_Brasil