Tire suas dúvidas! Obrigatoriedade do Acordo Ortográfico entrou em vigor

Reforma foi adiada por três anos, mas agora é para para valer. Teste seu conhecimento do idioma

Por O Dia

Rio - Há dúvidas de português que só o ‘pai dos burros’ resolve. Mas a maioria dos escorregões com as letrinhas pode ser evitada com uma visita ao Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. Introduzidas em 2009, as novas regras são obrigatórias no Brasil desde 1º de janeiro, mas ainda confundem. Os pontos mais difíceis são os que tratam do hífen e da acentuação. 

Adiada por três anos pelo governo, a reforma da língua pátria traz boas novidades, como o fim do trema e as mudanças nos acentos diferenciais de homônimos.O Acordo Ortográfico foi assinado em 1990 com os Estados-Membros da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) para padronizar a escrita nas oito nações que falam o idioma de Camões. As mudanças deveriam ser obrigatórias desde 2013, mas o prazo foi adiado após polêmica entre linguistas, professores e representantes do governo.

PORTUGUESES MEXEM MAIS

Em Portugal e Cabo Verde, o Acordo já vale parcialmente. Já Angola, Moçambique, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste ainda não aplicam oficialmente os novos padrões. Segundo o Ministério da Educação, o Acordo Ortográfico modificou 0,8% dos vocábulos da Língua Portuguesa no Brasil e 1,3% em Portugal. O objetivo é facilitar a troca cultural e científica entre os povos que falam português. Outra meta é aumentar a popularidade do português no mundo, unificando a grafia dos livros e eliminando diferenças.

A grafia correta das palavras conforme as regras do acordo podem ser consultadas no Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (Volp), disponível no site da Academia Brasileira de Letras, e por meio de aplicativo para smartphones e tablets.

O DIA publica hoje uma série de dicas para quem ainda não domina o novo universo sem trema, sem ‘idéia’, sem ‘pára’, sem ‘enjôo’...

TESTE NÍVEL 1

CARA OU COROA?

1) O carro estava andando acima da (?) permitida (quilometragem ou kilometragem)
2) A (?) dos alunos naquela escola caiu muito à noite (frequência ou freqüência)
3) O assunto terá de ser discutido em (?) de novo (assembléia ou assembleia)
4) A menina sentiu (?) ainda na metade da viagem (enjôo ou enjoo)
5) Os escoteiros (?) muito os manuais de primeiros socorros (leem ou lêem)
6) Os pastores ainda terão de aparar o (?) das ovelhas (pêlo ou pelo)
7) É importante que o policial (?) qualquer nova denúncia (averigue ou averigúe)
8) A médica marcou a (?) para a outra semana (ultra-sonografia ou ultrassonografia)
9) Para funcionar, aquela estatal precisa de (?) nova (infra-estrutura ou infraestrutura)
10) O atacante decidiu tentar a sorte num clube (?) (além-fronteira ou alémfronteira)

CERTO OU ERRADO?

1) O vice-presidente passou a ser o mandachuva do clube.
2) Aquela senhora vai precisar de antiinflamatório para se curar.
3) Os agricultores passaram o dia à procura da jibóia no mato.
4) Parece que haverá acordo entre as Coreias do Norte e do Sul.
5) Aquele craque pegou a bola e deu um chapéu.
6) O discurso daquele deputado foi muito eloquente.
7) O menino passou a tarde brincando com a bóia na piscina.
8) Quando o invejoso pára para pensar pode ser um bom sinal.
9) O micro-ônibus teve o pneu furado ao contornar a pracinha.
10) Você estudou para a argüição?

TESTE NÍVEL 2

1) As associações que mostram as mudanças da reforma ortográfica que seguem estão corretas, EXCETO em:

a) Ele não pára de ler as novas regras -> Ele não para de ler as novas regras.
b) O gênero de champanha é masculino -> O gênero/género de champanha é masculino.
c) Todos crêem em melhorias no Brasil -> Todos creem em melhorias no Brasil.
d) O policial detém as provas do crime -> O policial detem as provas do crime.

2) Marque o item que complete corretamente a frase: “Aqueles que (?) do interior (?) a cidade grande como um mundo que lhes (?)”.

a) vêem -vêm -convêm;
b) vêm -veem -convém;
c) vêem -vêem -convêm;
d) vêm -vem -convem.

3) Observando a grafia dos verbos de acordo com a reformar, a acentuação está correta, EXCETO em:

a) dizémos; b) pôr; c) pôde; d) obliqúe.

4) Observe e julgue as seguintes orações que seguem a nova grafia:

I - Não tive enjoo na viagem ao Piauí.
II - Você viu aquele ténue por-do-sol ?
III - Depois do matrimónio, aumentou o patrimônio.
IV - Apesar da feiura do autorretrato, a platéia aplaudiu o soto-mestre.
V - Depois da tramoia com os anéis, vendê-los-á no leilão de segunda-feira.
A quantidade de itens corretos é igual a:
a) 0; b) 1; c) 2; d) 3.

5) Assinale a opção que infringe as regras da reforma para o uso de hífen:

a) O clima semi-árido pede que usemos cremes para peles extrassecas.
b) Muitas mulheres tinham-se lambuzado com aquele creme antirrugas.
c) O sem-teto precisou de um micro-ônibus para andar naquela autoestrada.
d) Muitos leem livros de autoajuda no Brasil.

Gabaritos depois da imagem. Clique sobre o pinguim (agora sem trema) com dicas para o uso correto da língua portuguesa

Clique sobre a imagem e confira dicas para não errar as novas regras da reforma ortográficaArte O Dia

GABARITOS:

CARA OU COROA: 1-quilometragem; 2-frequência; 3-assembleia; 4-enjoo; 5-leem; 6- pelo; 7-averigue; 8-ultrassonografia; 9-infraestrutura; 10-além-fronteira.


CERTO OU ERRADO: 1-certo; 2-certo; 3-errado; 4-certo; 5-certo; 6-certo; 7-errado; 8-errado; 9-certo; 10-errado.

TESTE NÍVEL 2:  1-D, 2-B, 3-D, 4-D, 5-A.

Últimas de _legado_Brasil