Por rafael.souza
São Paulo - Um empresário foi morto a tiros após ser sequestrado, em Barueri, na Grande São Paulo, na manhã desse domingo. A informação foi confirmada pela Polícia Militar de São Paulo.
De acordo com a PM, Luiz Carlos Santos, de 63 anos, foi levado para a Estrada Doutor Cícero Borges de Morais, no bairro Alto Mirantes, após ser rendido por três suspeitos. 

Os bandidos renderam um caminhoneiro no momento em que ele chegava ao estacionamento do qual Santos era proprietário, localizado na Avenida Miguel Yunes, em Interlagos, Zona Sul da capital paulista. Após terem acesso ao local, os criminosos obrigaram a vítima a entrar em um carro e a levaram para o município de Barueri.

Os três suspeitos foram presos e levados para a Cadeia Pública de CarapicuíbaDivulgação

Os suspeitos foram parados durante uma abordagem de guardas da cidade, mas Santos já não estava mais no veículo. Ele foi encontrado em uma mata, baleado e ainda com vida, e foi levado para o Hospital Regional de Osasco, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. 

Publicidade
No carro dos criminosos foram encontradas quatro armas, objetos roubados da vítima - como televisões, violões e guitarras -, um aparelho que registra imagens das câmeras de segurança do local, um colete à prova de balas e peças de um uniforme da Polícia Militar. 
Os três suspeitos - Luis Carlos da Silva, Edson Barbosa Martins e Williana Alves da Silva - foram detidos. Um deles já havia cumprido 14 meses de prisão por roubo e estava em regime-semi aberto há oito meses. À polícia, os sequestradores disseram que foram pagos para assassinar Santos. Eles foram transferidos para a Cadeia Pública de Carapicuíba.
Publicidade
A polícia apura o caso e investiga quem teria contratado os bandidos. O caso foi registrado na delegacia Central de Barueri.