Por bferreira
O Dia das Mães está chegando, o Dia dos Namorados está ali na esquina e muita gente investe em celulares na hora de presentear. Boa pedida. Mas há que se ter cuidado. Por algum motivo obscuro, não temos sido muito felizes nessas compras. Prova disso está no informe divulgado ontem pelo Procon-SP. A entidade diz que nossos celulares ainda apresentam padrão de qualidade insatisfatório, com falhas de funcionamento e durabilidade abaixo das expectativas dos pobres consumidores. Ou seja, nós.
Mas eis o ranking do Procon-SP com as fabricantes que receberam mais queixas em 2012, e seu respectivo índice de solução: Motorola (53% dos casos resolvidos); Nokia (66%); Samsung (95%); LG (90%); Sony (73%); Huawei (63%); ZTE (68%) e Apple (52%).
Publicidade
Veja-se que a Apple (do iPhone) só resolve pouco mais que metade dos casos com defeito. Isso não é nada bonito, mostrando problema no pós-venda inadequado.
‘Se, em determinados países, trocar um celular com defeito é algo muito simples, aqui o consumidor precisa muitas vezes recorrer a um órgão público como o Procon ou até mesmo ao Poder Judiciário’, diz Paulo Góes, diretor do Procon-SP.
Publicidade
A gente sabe bem como é isso. Algumas ‘autorizadas’ são de enlouquecer qualquer monge. Bom assunto para breve.
Com Pablo Vallejos