Número de contratações será menor nos próximos meses

Mau desempenho é devido a falta de expectativa das empresas e dos consumidores em relação ao emprego

Por O Dia

O Indicador de Antecedente de Emprego (IAEmp), calculado pela Fundação Getulio Vargas (FGV), caiu 3% em abril deste ano em relação a março – o menor percentual desde agosto de 2011 (-4,2%). A queda, divulgada nesta segunda-feira “sinaliza um ritmo mais lento de contratações nos próximos meses”, diz em nota a FGV. Em abril de 2012, o indicador registrou alta de 0,5%.

Medido com base em entrevistas com empresários do setor industrial e de serviços, o indicador mostra também a expectativa do consumidor em conseguir o emprego. O mau desempenho desses dois fatores foi o que mais contribuiu com queda de 4,9% para o recuo do IAEmp.

O indicador combina dados das sondagens da Indústria, de Serviços e do Consumidor, e tem o objetivo de antecipar os rumos do mercado de trabalho no país.

Últimas de _legado_Economia