Por helio.almeida

A ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, assegurou nesta terça-feira, em declaração aos jornalistas no Palácio do Planalto, a continuidade da redução da tarifa de energia, mesmo sem a leitura dos textos das Medidas Provisórias no Senado, que tratam, respectivamente, do uso de recursos da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) para viabilizar os descontos na conta de luz, e da desoneração da folha de pagamento de vários setores da economia.

“A população não precisa se preocupar. O governo tem os mecanismos para garantir a redução da tarifa até encontrar uma solução legislativa adequada”, afirmou. “Faremos um esforço grande para que as desonerações previstas na MP 601 possam ter efeito na sequência. Infelizmente, teremos um período em que elas não terão efeito, tanto para a construção civil, quanto para o Reintegra (Regime Especial de Reintegração de Valores Tributários para as Empresas Exportadoras) e para outros setores que estavam lá sendo beneficiados”, completou.

Você pode gostar