Por tamyres.matos

Rio - No próximo domingo, na final da Copa das Confederações no Maracanã, estará disponível a rede Wi-Fi do governo do estado para torcedores e moradores do entorno do estádio. De acordo com a Secretaria Estadual de Ciência e Tecnologia, o sinal ficará aberto e será gratuito, se estendendo para além do evento.

A rede piloto do Maracanã foi feita em parceria com a operadora Oi, que atende ao governo na parte de transmissão de dados. Foram feitos testes nos dois jogos da competição disputados no estádio, com 1 mil acessos no domingo, dia 16, e mais 1.200 na quinta-feira, na partida entre Espanha e Taiti.

RIO ESTADO DIGITAL

“A rede Wi-Fi do Maracanã também é um projeto-piloto do novo modelo de gestão do programa Rio Estado Digital, que terá sua manutenção a cargo de empresas de telecomunicações. Optamos pelo modelo de parceria público-privada para resolver um gargalo que havia neste programa. Nossas redes estavam funcionando mal e o custo de manutenção era muito alto”, explica o secretário estadual de Ciência e Tecnologia, Gustavo Tutuca.

Neste novo modelo de gestão do programa, a empresa implantará a rede, fará a manutenção e compartilhará a sua própria rede Wi-Fi com a do Rio Estado Digital. No Maracanã, a velocidade média de acesso é de 500 Kbps.

“Atualmente, contamos com 15 redes, em comunidades, grandes vias do Rio e municípios da Baixada. Se fôssemos contratar empresas para fazer a manutenção das redes, teríamos um custo aproximado de R$ 8 milhões por ano. Com esta solução, o custo cai para R$ 500 mil, para a implantação do novo modelo de gestão e zero pela atualização tecnológica e manutenção. Estamos prevendo instalar mais 50 redes em um ano”, afirma o secretário.

Você pode gostar