Lojas queimam estoque e dão desconto de até 77%

Varejo do Rio se prepara para nova coleção e reduz preços nos produtos de inverno

Por O Dia

Rio - O inverno mal começou, mas lojistas já se preparam para a coleção primavera/verão. Assim, como adiantou o caderno D Mulher no sábado, o momento é de aproveitar as queimas de estoque dos shoppings com modelos da última temporada. As promoções oferecem descontos de até 77% em itens de vestuário, acessórios, cosméticos e até roupa de cama.

As campanhas da liquidação outono/inverno já fazem parte dos calendários dos principais centro comerciais da cidade. No Carioca Shopping, em Vila da Penha, por exemplo, é encontrado o maior desconto, que chega a 77%, em um vestido de festa da loja Fátima Didini, que custava R$259,90 passou a R$ 59,90. Já no Via Parque, na Barra da Tijuca, há preços reduzidos em até 70%. É o caso da jaqueta em estilo militar da Leeloo, baixando de R$ 498 para R$ 148.

Nos shoppings da rede Multiplan, a Liquidação do Lápis Vermelho acontece entre os dias 18 e 21, mas já é possível encontrar itens com preços reduzidos em algumas lojas. No Barra Shopping, por exemplo, a bolsa de couro da Mr. Cat está com 30% de desconto e passou de R$ 329,80 para R$ 229,80. No Park Shopping Campo Grande, o sutiã de renda da Intimissi tem desconto de 50%: de R$109 para R$ 54,50.

A Imaginarium também está com descontos de até 70% nas lojas físicas e no site. No Shopping Tijuca, as reduções são de até 60%. É o caso do mocassim de couro da Via Mia, que custava R$ 189 e agora sai por R$ 75,60.

Consciência nas compras

Mesmo durante as liquidações, é importante ter controle dos gastos e fazer um planejamento das compras. Para a antropóloga do consumo Hilaine Yaccoub, o ideal é investir em peças atemporais e com qualidade. “Esse é o momento de consumir um produto que a pessoa não teria condições de pagar normalmente”, afirma.

Por isso, a especialista aconselha que o consumidor evite peças de estação, com cores fortes ou designs diferentes e dê preferência aos modelos clássicos. De acordo com ela, o mais inteligente é investir em modelos-chave, que possam ser usados em diversas situações e em todas as épocas do ano.

Além disso, é importante prestar atenção à qualidade. “É mais válido comprar roupas com durabilidade maior, que investir em vários produtos que tenham qualidade duvidosa”, explica Hilaine.

Por fim, vale a pena aproveitar o momento para comprar aquela peça que era objeto de desejo do consumidor, mas que não cabia no orçamento. “Muitas pessoas preferem esperar pelas liquidações e fazem um planejamento do consumo, o que otimiza o investimento”, afirma.

Últimas de _legado_Economia