Por nara.boechat

Rio - Qual a função da Previdência Social? Que vantagens têm o trabalhador que contribui para o INSS? Quando devo começar recolher a contribuição? A partir de quando vou me aposentar? Essas e outras dúvidas podem ser respondidas por meio do Programa de Educação Previdenciária (PEP) do Ministério da Previdência. O objetivo é conscientizar a sociedade sobre direitos e deveres, e o futuro do trabalhador que vai se aposentar. Recente pesquisa da Serasa Experian Educação Financeira do Consumidor mostra que 48% dos brasileiros declararam que não contribuem para INSS nem têm previdência privada e apenas 2% pagam plano complementar.

A iniciativa do PEP consiste em organizar palestras, seminários campanhas, fóruns e cursos sobre temas escolhidos pelos participantes. Podem solicitar o serviço gratuito sindicatos, associações de moradores, cooperativas, escolas e universidades. O público jovem e as crianças também recebem atenção do programa.

No Rio, cada gerência-executiva do INSS possui um Núcleo de Educação Previdenciária responsável por promover as ações. A principal demanda das pessoas durante as palestras , de acordo com a coordenadora do PEP na Gerência Centro, Rosângela Torres, é como elas podem saber quanto tempo já contribuíram para a Previdência.

Segundo Flavio Souza, gerente-executivo do Centro, é baseada nessa informação que a gerência desenvolveu o projeto-piloto dos formulários para contagem de tempo de serviço e passou a enviar os dados por cartas a segurados, conforme a coluna antecipou com exclusividade em 7 de julho.

Um dos alvos do programa são as crianças. Há material específico para o público juvenil que é trabalhado nas palestras das escolas. Nele, o personagem Eugênio Sabido Filho apresenta aos pequenos e seus familiares a importância do sistema previdenciário na vida do cidadão. A cartilha motiva a participação com jogos, palavras-cruzadas e resolução de problemas.

O pedido para receber o PEP deve ser feito pelos e-mails [email protected] e [email protected] Os telefones (21) 2272-3496 e 2272-3494 também servem para agendar.

Ações nas comunidades

As próximas iniciativas previstas são palestrar desenvolvidas em parceria com a Firjan em 3 de agosto, na comunidade do Escondidinho, em Santa Tereza.

No dia 10, será a vez de outra comunidade, só que em Jacarepaguá, a pedido da Alerj.

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RJ) também agendou atividade para o dia 20.

Novamente a Firjan tem evento marcado para o dia 24 do mês que vem destinado a beneficiados de programas de transferência de renda do governo federal.

O PEP visa à ampliação do nível de cobertura previdenciária. A meta é alcançar até 2015 a marca de 77% da população.

Você pode gostar