Internet móvel é mais cara no Brasil

País lidera ranking entre os demais pesquisados na América Latina

Por O Dia

Rio - O preço da banda larga móvel no Brasil é o mais caro da América Latina, aponta pesquisa da GSMA (associação internacional das companhias de telecomunicações). Os valores cobrados no país cresceram de 2010 a 2013, enquanto que a maior parte da América Latina registrou queda na média dos preços cobrados nos pacotes.

De acordo com o estudo “Banda Larga móvel e a base da pirâmide na América Latina”, 149 milhões de pessoas de baixa renda vão estar conectadas por meio móvel,em função da redução nos preços de acessos na região.

A base da pirâmide sócio-demográfica na Argentina, Brasil, Colômbia, Equador e México representa aproximadamente 33 milhões de lares.

Na categoria de ‘Plano de banda larga móvel mais econômico para computadores com mínimo de 1GB para download’, o Brasil registrou aumento de menos de 20 dólares, em 2010, para mais de 30 dólares no primeiro trimestre deste ano. De R$ 45,6 para R$ 68,4, respectivamente.

Chile e Argentina registraram quedas inversamente proporcionais, entre 15 e 20 dólares (R$34,20 e R$ 45,60). No Uruguai e Panamá, os preços cobrados ficaram entre 10 e 15 dólares (R$ 22,28 e R$ 34,20).

O Brasil só não apresentou aumento de valor ou o maior preço cobrado na categoria ‘Plano de banda larga móvel mais econômico para smartphones com mínimo de 250MB para download. O preço cobrado sofreu queda de 20 dólares (R$45,60), em 2010, para cerca de 5 dólares (R$11,40 ) no segundo trimestre de 2013, em um dos valores mais baixos do ranking. Na categoria, a Venezuela foi o único país a registrar alta.

Últimas de _legado_Economia