Por bferreira

Rio - A alta do dólar pode influenciar no preço da ceia de fim de ano. Para evitar pagar mais caro. O ideal é antecipar a compra de alguns itens, como azeite e vinho, que ainda estão com os preços anteriores ao aumento da moeda. Além disso, para quem tem boas condições de armazenagem, comprar o bacalhau agora também é vantajoso. Já produtos como panetone, peru e tender devem ser adquiridos em data próxima às festas.

Por Marco Quintarelli

PERGUNTA E RESPOSTA

“O aumento do dólar vai prejudicar a ceia de Natal? Gostaria de saber quanto devem custar produtos, como bacalhau, peru, azeite , panetone e vinho. Tenho visto itens mais caros e alguns bem baratos. Como vai ficar isto?”

Alessandra, Oswaldo Cruz

Alessandra, com certeza as empresas estão otimistas e, consequentemente, vão oferecer mais ofertas e tentar antecipar as vendas de Natal e Réveillon. Se a sua preocupação é com os gastos, procure antecipar a compra de alguns itens. Vinhos importados e azeites estão em oferta, com preços bem convidativos, pois muitos são de estoques anteriores ao aumento do dólar.

Aposte ainda nas novas marcas, que chegam no mercado e com preços bem atraentes. Use a criatividade e não se fixe num determinado produto. Na ceia, experimente usar o pernil suíno e as aves especiais, com preços melhores ou iguais aos do ano passado, o que vai tirar um pouco o destaque do peru e do chester.

Sobre o bacalhau, que é a grande vedete das festas de fim de ano, ainda temos no mercado um grande volume de oferta de produtos de alta qualidade e com preços convidativos. Se você souber armazenar da forma salgada ou congelada, será uma grande vantagem para o orçamento.
Quanto aos demais itens, como panetone, castanha portuguesa, peru e tender, o melhor é deixar para comprar bem perto da data. Além da disponibilidade dos produtos, há muita competição de preços entre as lojas nos dias que antecedem as datas.

Observe que alguns supermercados já estão fazendo oferta de produtos para o Natal, com qualidade e preços ótimos. Aproveite! Com certeza, se você se programar e buscar ofertas, terá as ceias de fim de ano mais fartas e com excelentes preços.

Marco Quintarelli é consultor do Grupo AZO. Segunda-feira, Sucesso nos Concursos

Você pode gostar