União corta 8,3 mil aposentadorias

Servidor não se recadastra e tem pagamento suspenso este mês

Por O Dia

Rio - O governo federal anunciou ontem que vai suspender o pagamento de cerca de 8,3 mil servidores aposentados e pensionistas da União, em todo o país, a partir deste mês. Segundo o Ministério do Planejamento, os beneficiários deixaram de fazer o recadastramento anual na rede bancária entre março e junho deste ano. A suspensão equivale a R$ 30,4 milhões mensais ou a R$ 395,2 milhões por ano.

Em nota divulgada ontem, o ministério informou que que “todos foram avisados três vezes sobre a obrigatoriedade do comparecimento: a primeira, uma carta de sensibilização no início do processo; depois, no mês anterior ao aniversário, a convocação para fazer a atualização no prazo de 30 dias; e, ao final desse período, quem não compareceu ainda teve outra chance e recebeu a terceira notificação para se recadastrar nos 30 dias seguintes”.

O Planejamento ressaltou que para evitar o problema, os aposentados e pensionistas da União deveriam ter comparecido a uma das seis mil agências de bancos conveniados, como o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal no mês em que fizeram aniversário.

Mas para ter o pagamento restabelecido e o nome incluído na folha do mês seguinte, ou em uma suplementar, basta se recadastrar no órgão ou entidade de recursos humanos que concedeu o benefício.

Últimas de _legado_Economia