Por bferreira

Rio - Os pais que compraram a bicicleta infantil Cecizinha, da Caloi, para presentear os filhos no Dia das Crianças, no próximo sábado, devem ficar atentos. A empresa anunciou ontem recall do modelo aro 12 com data de fabricação de 1º a 30 de outubro de 2011, e chassi com final SJ. Os consumidores devem procurar o Serviço Autorizado Caloi e agendar a troca do par de rodas laterais gratuitamente. O problema foi detectado em peças de 3.941 bicicletas e pode provocar a queda da criança.

O número do chassi deve ser conferido na braçadeira do selimReprodução

De acordo com nota emitida pela empresa, foi detectada uma oscilação na resistência das rodinhas. O defeito afeta a estabilidade da bicicleta, o que pode causar a falta de equilíbrio do pequeno.

Até que a substituição das rodas laterais seja feita, a Caloi aconselha que a criança não use o brinquedo para evitar acidentes. Em nota, o Procon-SP informou que os consumidores que já tiveram algum acidente causado pelo defeito apontado podem solicitar, na Justiça, reparação por danos morais e patrimoniais, eventualmente sofridos.

O Artigo 10 do Código de Defesa do Consumidor (CDC) estabelece que “o fornecedor não poderá colocar no mercado produto ou serviço que sabe ou deveria saber apresentar alto grau de nocividade ou periculosidade à saúde ou segurança”.

Após tomar conhecimento do risco do produto, o fabricante deve comunicar o fato imediatamente às autoridades competentes e aos consumidores, mediante anúncios publicitários.

COMO FAZER A TROCA

O consumidor deve entrar em contato com a Caloi por meio do site da empresa www.caloi.com.br ou ligar para o Serviço de Atendimento ao Consumidor (0800 701 8022), para mais informações, bem como obter os endereços dos postos de troca.

PROCON

Em caso de dúvidas ou busca por orientação, os consumidores podem ligar para o Disque Procon-RJ no número 151. O atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

ATENDIMENTO

Interessados em recorrer ao Procon-RJ também podem ir a um dos postos de atendimento no Centro do Rio, Bangu, Morro do Cantagalo, São João de Meriti, São Gonçalo e Niterói. Para mais informações, basta acessar o site www.procon.rj.gov.br.

Você pode gostar