Beleza ao alcance no 0800 ou quase de graça

Com aumento no custo dos serviços, usar centros de formação de profissionais é mais em conta

Por O Dia

Rio - Mesmo com a alta dos preços dos serviços de salão de beleza, é possível ter um Dia de Princesa a baixo custo ou de graça em diversos bairros do Rio. Para capacitar profissionais do setor, escolas e institutos de formação oferecem à população serviços que não pesam no bolso para quem não tem receio de ser modelo para o aprendiz.

Estudo da Confederação Nacional do Comércio (CNC) verificou que, enquanto a inflação oficial acumulou alta de 9,9% de janeiro de 2012 a setembro último, o custo nos salões subiram muito mais. Conforme o levantamento, ir ao cabeleireiro encareceu 12,3% no período. Fazer pé e mão atingiu o índice de 20,1% e se depilar está 25,1% mais caro, deixando os poucos cabelos que sobraram em pé.

“Aqui os aprendizes não são meros amadores%2C já são muito profissionais”%2C diz a maquiadora Natália SimõesAlexandre Vieira / Agência O Dia

Os serviços mais baratos têm grande apelo para consumidoras. O nicho de beleza vem crescendo nos últimos anos. Além disso, essas iniciativas possuem valor social e econômico. As empresas precisam de mão de obra capacitada, e os institutos oferecem não só força de trabalho bem treinada, como dão chance à pessoa para se qualificar”, aponta Marco Quintarelli, especialista em varejo.

Nova classe média

Responsável pela pesquisa da CNC, Fábio Bentes explica que a atividade de salões de beleza surfou a onda que elevou o poder aquisitivo da nova classe média. Segundo ele, como houve melhoria na renda e no crédito para o trabalhador, a procura por cuidados pessoais também se refletiu no comércio.

“Os segmentos de farmácia, perfumaria e cosméticos também cresceram. Entre 2006 e 2012, o número de estabelecimentos aumentou, em média, 25,5%. Já salões de beleza registraram alta de 129,4%, mostrando a força do segmento”, afirma o economista.

Atento a esse movimento, o Sebrae-RJ criou o curso de Gestão de Salão de Beleza em comunidades pacificadas. “A ideia é qualificar o proprietário do pequeno estabelecimento, na sua grande maioria, mulheres”, diz a coordenadora de Empreendedorismo em Comunidades Pacificadas do Sebrae-RJ, Carla Teixeira.

A jovem aprendiz observa o instrutor do Instituto L’Oréal fazer o corte de cabelo de Rodrigo Novo PortoAlexandre Vieira / Agência O Dia

Garanta um Dia de Princesa com preços populares

Diante da elevação dos custos com salão,economizar na própria produção pode ser um grande estímulo à criatividade feminina. Os centros especializados em formação profissional oferecem aos clientes a chance de ter um dia intensivo de beleza gastando muito pouco ou quase nada.

Na comparação com alguns dos principais espaços de beleza da cidade, a economia pode chegar a até R$ 120. Se um corte de cabelo feminino, no Centro da cidade, custa em torno de R$ 30, nas escolas podem sair até de graça. O Walter’s Academy, instituto da rede Walter’s Coiffeur, e o Centro de Formação de Profissionais (Cefop) não cobram pelo corte feito pelo aprendiz. No segundo, o procedimento de aluno de nível mais avançado custa R$ 10 (ambos os sexos).

Nas demais escolas, também não é preciso barganhar ofertas. O Instituto L’Oréal cobra R$ 15 pela escova e R$ 17, n o corte feminino. Para o masculino, o valor baixa para R$ 10.

Tanto no Walter’s quanto no Cefop, atendimentos acontecem em dias de curso. No primeiro, o agendamento é feito pelo (21) 3816-1237. A próxima turma do centro será só em janeiro de 2014.

O instrutor Patrick Batista participou da primeira turma de capacitaçãoAlexandre Vieira / Agência O Dia

Instituto une didática e função social

?No Instituto L’Oréal Professionnel, os alunos são apresentados aos desafios reais da profissão. A relação direta com os clientes faz com que ganhem confiança e coloquem à prova os ensinamentos.

“No salão, os deixamos um pouco mais livres e vamos apenas aparando as arestas. Queremos desenvolver neles o poder criativo e de persuasão”, conta o instrutor Patrick Bastos, que se formou na primeira turma do instituto no Brasil.

A maquiadora Natália Simões, 28 anos, é frequentadora antiga e elogia a postura dos aprendizes. “Aqui o diferencial é a qualidade dos produtos, a referência do nome L'Oréal e o profissionalismo que os instrutores transmitem”, disse.

O analista de sistemas Rodrigo Novo Porto, 32 anos,também confia na prestação do serviço. “Minha esposa e amigos já tinham indicado. Quando soube que o corte era R$ 10, achei muito bom”, afirmou, satisfeito. O tempo de atendimento também recebeu elogios.

?Confira os endereços

INSTITUTO L’ORÉAL

Avenida Marechal Floriano 191, Centro. Informações: (21)2216-8002.

CEFOP

Avenida Nossa Senhora de Copacabana 664, Bloco 1, 9° andar, Copacabana. Informações: (21) 3816-9000.

WALTER’S ACADEMY

Avenida Nossa Senhora de Copacabana 664, Bloco 3, sala 207, Copacabana. Informações: (21) 2264-9652.

BELEZA NATURAL

Rua Barão de Mesquita 280, Tijuca Off Shopping</CW></MC>. Informações: (21) 2264-9652. 

Últimas de _legado_Economia