Por bferreira

Rio - Servidores da rede estadual de Saúde vão definir em assembleia no próximo dia 26 a possibilidade de entrar em greve. Na manhã de ontem, cerca de 30 trabalhadores fizeram manifestação em frente ao Rio Imagem — O Centro de Diagnóstico por Imagem do Sistema Único de Saúde —, localizado na Avenida Presidente Vargas, no Centro do Rio.

Os protestos são parte da campanha salarial, que reúne servidores das unidades de saúde e da Vigilância Sanitária estadual, entre outros. Eles reivindicam principalmente a incorporação das gratificações e a reposição das perdas salariais.

Além disso, defendem a abertura de concurso público para estatutário e combatem a entrega dos hospitais às organizações sociais, o que entendem como uma forma de privatização.

A assembleia do dia 26 está programada para acontecer a partir das 14h, na sede do Sindicato dos Médicos do Rio (Sinmed-RJ). O endereço é Avenida Churchill 97, no bairro do Castelo.

REUNIÃO ADIADA

Reunião das centrais sindicais com o senador Romero Jucá (PMDB-RR) para discutir projeto que regulamenta direito de greve do servidor foi adiada para hoje às 15h.

Você pode gostar