Semana Global do Empreendedorismo movimenta o Rio de Janeiro

Maior evento do segmento contará com atividades colaborativas e de desenvolvimento empreendedor

Por O Dia

Rio - A busca por inovação e a necessidade de unir prazer ao trabalho têm levado cada vez mais trabalhadores, principalmente jovens, a optarem por um negócio próprio. Embora os estímulos à cultura empreendedora tenham aumentado, falta suporte para que os novos empresários se insiram no mercado.

Sócios do Templo Coworking%2C Ronaldo Porto e Isabelle Goldfarb são mentores da Desconferência Colaborativa%2C uma das atividades que fazem parte do movimento deste anoJosé Pedro Monteiro / Agência O Dia

Tendo isso em vista, surgiu a Semana Global do Empreendedorismo, que este ano acontece de 18 a 24 de novembro no Rio de Janeiro. Lançada em 2007 pelo primeiro-ministro britânico Gordon Brown e pelo então presidente da Kauffman Foundation, Carl Schramm, a semana atingiu 131 países em 2012. Só no Brasil, 341 cidades de 26 estados participaram, com 3.861 atividades.

Coordenadora nacional da semana na Endeavor no país, Marcella Coelho afirma que se trata de um movimento que acontece ao longo de todo o mês. “As atividades ocorrem de maneira espontânea em diversos pontos da cidade e são focadas em três pilares: capacitar, inspirar e conectar pessoas que se interessam por esse tema”, diz.

Incentivo a parcerias entre governo e empresas

Coordenadora nacional da Semana Global do Empreendedorismo (SGE) na Endeavor Brasil, Marcella Coelho destaca que 99% das atividades da SGE são gratuitas e voltadas para todo os públicos interessados em empreender. “O objetivo é promover parcerias entre governos, empresas, incubadoras e etc. Temos dados demonstrando que 57% dos universitários hoje querem empreender. Isso é uma tendência, mas há pouca preparação para isso”, diz Marcella.

Coordenador global da SGE%2C Jonathan Ortmans durante conferência em março passado no RioDivulgação

Apesar de os eventos oficiais ocorrerem entre 18 e 24 de novembro, desde segunda-feira já acontecem ações paralelas que prosseguirão até o final do mês, culminando com a Feira do Empreendedor, promoção do Sebrae-RJ.

Dentro da SGE, o Sebrae promove a Maratona de Negócios Sociais. Quem tem um negócio ou uma ideia de negócio social pode se inscrever até amanhã no www.maratonadenegociossociais.com.br. Há 60 vagas. Os escolhidos participam de capacitação durante a feira.

Hoje o Instituto Millenium promove a palestra ‘Empreendedorismo Inteligente: a chave para o seu sucesso’, com o especialista em gestão Eduardo Machado. Na próxima terça-feira, em São Paulo, será entregue o prêmio Santander Universidades, que distribuirá R$ 2 milhões em quatro categorias. Receberão premiação em recursos financeiros e em bolsas de estudos internacionais 22 finalistas entre 300 projetos selecionados dos 16.838 inscritos nesta edição.

O Departamento de Engenharia Elétrica, com o programa de nanotecnologia, da PUC-RIO concorre na categoria Investimentos em Áreas Estratégicas. Conforme o professor Marco Aurélio Cavalcanti Pacheco, idealizador do curso de Engenharia em Nanotecnologia, chegar à final é o reconhecimento do trabalho que vem sendo executado na universidade na área científica. “O programa foi criado em 2003 e lançado em 2011. Fazemos trabalhos em nanotecnologia computacional e semicondutores, entre outros”, explica o professor.

Casa Aberta%2C em Niterói%2C atua como polo de empreendedorismo socialDivulgação

Atividades colaborativas sustentam os negócios

Entre os destaques da SGE é a ‘Desconferência Colaborativa’, que visa estimular o empreendedorismo coletivo. Segundo uma das mentoras da ação, Isabelle Goldfarb, o evento, que ocorre na PUC-Rio, proporciona o trabalho em conjunto. Assim será construído um modelo de negócio em cinco etapas, conforme a participação de cada empreendedor.

“A ideia é reunir 120 pessoas e 30 empresas. Temos um potencial muito criativo no Rio e querem apresentar as ferramentas do empreendedorismo ao grande público”, destaca Isabelle.

O Espaço Casa Aberta, em Niterói, é um exemplo de iniciativa empreendedora de cunho social. O local funciona como uma incubadora de talentos, cedendo o espaço para profissionais que desejam iniciar as suas atividades, mas não dispõem os recursos iniciais. A Casa Aberta cede os espaços para o empreendedor testar a sua atividade junto ao público.

Ações

Programação - A programação completa da Semana pode ser conferida por meio do site: www.semanaglobal.org.br.

Startup Weekend - No evento que acontece entre os dias 22 e 24, participantes terão 54 horas para pensar em um projeto, construir o modelo de negócios e apresentá-lo à banca. O grupo campeão vai ganhar prêmios, como hospedagem e passagem aérea para o BRAPPS, o maior seminário de aplicativos da América Latina. Além disso, os projetos do evento poderão participar do Global Startup Battle, que oferece mais de US$ 500 mil para a melhor startup. Mais informações em: rio.startupweekend.org.

Impacto 2013 - Apresenta palestras sobre quatro temas, conectados à natureza em transformação dos negócios. Acontece dia 25, no Teatro Oi Casa Grande, no Leblon. Inscrições em: eventioz.com.br/e/impacto-2013-the-future-of-business.

Desafio na Real - Na segunda, ocorreu a final do Desafio na Real, iniciativa do Sistema Firjan para estimular o empreendedorismo na Educação Básica. Os alunos das escolas Sesi tinham que identificar problemas sociais na escola ou no entorno e planejar soluções. O projeto campeão criou uma empresa para promover a a reeducação alimentar entre as crianças.

Últimas de _legado_Economia