Por bferreira

Rio - A formalização de um negócio pode mudar de vez a vida do pequeno empresário. Ao ampliar as formas possíveis de pagamento, aceitando cartões de crédito e débito, o negociante pode atingir um maior número de clientes. Além disso, bancos e instituições financeiras possuem linhas de crédito específicas para o micro empreendedor individual, o que facilita investimentos em infraestrutura e na qualidade dos materiais empregados.

Por Cezar Vasquez

PERGUNTA E RESPOSTA

“Faço salgados e doces para vender, mas queria me formalizar. Como faço para criar uma empresa? Isso é bom para o negócio?”

Josete, Irajá

Prezada Josete, a formalização pode abrir novas possibilidades para o seu negócio. Você poderá ter conta no banco em nome da empresa e aceitar pagamento em cartão de crédito. Além disso, poderá ter acesso a linhas de crédito diferenciadas e fornecer nota fiscal, o que é exigido por grandes empresas.

Com um CNPJ, poderá comprar direto de fornecedores, o que pode fazer com que consiga preços mais em conta.

A sua atividade — de doceira e salgadeira — pode ser formalizada como Microempreendedor Individual (MEI), desde que seu faturamento não ultrapasse os R$60 mil por ano e você tenha, no máximo, um empregado.

Outro ponto positivo de se tornar MEI é que, se ainda não tem, você passará a ter benefícios previdenciários, como aposentadoria, auxílio-doença e salário-maternidade.

O processo é feito de forma rápida e gratuita, pelo Portal do Empreendedor (http://www.portaldoempreendedor.gov.br/). Lembre-se também que, como vai atuar na área de alimentação, é necessário ter a Licença Sanitária Simplificada, fornecida pela Vigilância Sanitária em http://www0.rio.rj.gov.br/alvaraja.

E mais uma dica: se você quiser crescer, é importante fazer um plano de negócios, para definir como será essa expansão. Para quem mais você quer vender? Quer fornecer para lojas? Para festas? O plano poderá lhe ajudar nisso. Também não esqueça de cuidar da divulgação.
Caso tenha dúvidas, faça contato com nossa Central de Relacionamento, no 0800 570 0800 ou acesse o portal http://www.sebrae.com.br/uf/rio-de-janeiro.

Cezar Vasquez é superintendente do Sebrae-RJ. Amanhã, Sucesso nas Compras

Você pode gostar