Por bferreira

Rio - Cerca de mil policiais militares do Rio de Janeiro dos quadros de Músicos e Saúde podem ser promovidos, segundo proposta de emenda aprovada na Alerj. Para o autor, o deputado estadual Flávio Bolsonaro, o texto busca acabar com interpretação equivocada do Decreto 43.455/2012.

A medida determina que cabos e sargentos da Polícia Militar e dos Bombeiros promovidos a essas graduações por tempo de serviço poderão ter nova promoção após intervalo mínimo de um ano. O problema, segundo o deputado, é que policiais do quadro de Músicos e de Saúde não foram incluídos.

“Se os bombeiros englobaram todos os quadros de funcionários, a Polícia Militar tem que englobar também. O decreto se aplica a todos os servidores dessas categorias. Fiz essa emenda para acabar com interpretações equivocadas acerca desse assunto, a pedido de alguns policiais”, explicou Bolsonaro.

Conforme o deputado, esses funcionários deveriam ter recebido promoção há mais de um ano.

“Esses quadros são compostos por policiais bastante experientes, que têm importância na corporação. E a promoção é fundamental para motivar e dar moral a esses profissionais”, avalia.

O projeto já foi aprovado na Alerj e segue agora para sanção do governador Sérgio Cabral. De acordo com o deputado, o chefe do Poder Executivo estadual já teria dito que aprovaria a emenda.

Você pode gostar