Por thiago.antunes

Rio - As taxas de juros cobradas por 13 bancos e instituições financeiras para empréstimo consignado da Prefeitura do Rio variam entre 1,29% e 2%, para contratos de seis a 72 meses. A nova tabela foi divulgada nesta sexta-feira pela Secretaria Municipal de Administração, por meio de resolução no Diário Oficial do Município.

A menor tarifa é oferecida pelo Banco Alfa para contrato de seis meses. Porém, para 12 e 24 meses os juros sobem para 1,4%. O percentual é o mesmo da Caixa Econômica Federal e do banco Santander, para contratos seis a 72 meses.

ServidoresDivulgação

A maior taxa, de 2%, é encontrada no banco BIC, para empréstimos com duração de 24 a 57 meses. Em seguida, está o banco Fibra, que cobra 1,8% para os contratos de seis a 72 meses. Esse é o mesmo percentual do banco PAN, que oferece apenas empréstimos com 58 meses de duração. A parceria entre a Prefeitura do Rio, as consignatárias e as instituições financeiras estabelece que o desconto relativo ao empréstimo será feito no contracheque ou por meio do cartão de crédito.

Servidores interessados em contratar, renegociar ou até mesmo quitar o empréstimo com desconto em folha podem conferir as melhores datas para fazê-lo no site do Diário Oficial
(doweb.rio.rj.gov.br). As tabelas estão disponíveis na página 21.

Convocação do ensino estadual

Após confirmar a contratação de dois mil novos professores para este ano, a Secretaria Estadual de Educação publicou ontem no Diário Oficial a convocação de oito aprovados nos concursos para professor promovidos nos anos de 2009 e 2011. A escala de convocação está disponível em www.rj.gov.br/web/seeduc. Candidatos têm dez dias para se apresentar.

Desconto em contribuição

Servidores municipais têm até 7 de fevereiro para pedir isenção do pagamento da taxa de contribuição sindical obrigatória. O valor será descontado no contracheque referente ao mês de março. Para deixar de pagar, basta apresentar ao órgão de lotação comprovante de quitação da contribuição feita ao sindicato, caso o servidor será profissional liberal.

Censo do CNJ

O Tribunal de Justiça do Rio obteve participação de 73,32% no censo feito pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) entre juízes, desembargadores, conselheiros e ministros brasileiros. A pesquisa ficou acima da média dos tribunais estaduais, de 67% de participação. O resultado final será divulgado entre maio e junho deste ano.

Você pode gostar