Saiba como contratar transporte escolar

Pedir referência do motorista é uma dica a ser seguida

Por O Dia

Rio - Antes mesmo do fim das férias e do começo das aulas, surge a preocupação dos pais em encontrar o transporte escolar seguro para os filhos. Dar preferência à indicação da escola, pedir referência do motorista e ver se o carro tem autorização do Departamento de Trânsito (Detran) para rodar são dicas que devem ser seguidas para não expor os pequenos e jovens estudantes a riscos.

A secretaria começou segunda-feira a vistoria dos 1.350 veículos autorizados a prestar o serviçoPaulo Alvadia / Agência O Dia

Chefe da Gerência de Vistoria da Secretaria Municipal de Transportes (SMTR), Jorge Portella diz que o primeiro passo é verificar se o veículo tem autorização do Departamento de Trânsito. Para isso, ele afirma que basta anotar a placa e verificar no site do órgão. Em seguida, seria ver se a carteira de habilitação do motorista é do tipo D e tem uma observação de que ele fez um curso especial de condução de transporte escolar.

“É importante verificar ainda se está afixado, no para-brisa dianteiro do carro, a cartão de autorização colado no vidro. Lá, deverá constar número de inscrição do condutor e quantidade autorizada para transporte”, informa Portella. O chefe da gerência relata também que todos carros precisam ter tacógrafo (aparelho que monitora tempo de uso, a distância percorrida e a velocidade que desenvolveu).

“Com isso, tem como saber se o condutor ultrapassou o limite máximo de 60Km/h permitido para circular na cidade”, diz. Coordenadora institucional da Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste), Maria Inês Dolci explica que o veículo precisa ter cinto de segurança para todas as crianças. “É importante também ver o tempo que leva o percurso”, diz.

Últimas de _legado_Economia