Por nara.boechat

Rio - Os concurseiros de carteirinha não tem do que reclamar do mês de janeiro. Foram lançados dez editais de concursos públicos num total de 3.931 vagas. Isso sem contar as chances oferecidas pelo certame da Caixa Econômica Federal que não divulgou o número de oportunidades por ser para cadastro de reserva.

O Ministério da Fazenda é o que oferece o maior número de cargos. São 1.026 para assistente técnico-administrativo (Nível Médio). Já a Câmara dos Deputados, com total de 113, é o que tem os vencimentos mais altos: R$ 25.105,39 para analista legislativo (Nível Superior) e R$ 12.286,61 para agente de polícia legislativa, de Nível Médio.

Em relação ao último concurso de 2012, o do Ministério da Fazenda não exige mais Arquivologia, mas haverá cobrança de Atualidades. A disciplina Raciocínio Lógico teve aumento de conteúdo, transformando-se em Matemática e Raciocínio Lógico.

Revisão de matemática

Ronilton Loyolla, professor do site Concurso Virtual e do Universo do Concurso Público, diz que o candidato deve fazer breve revisão da Matemática do Ensino Fundamental. Ele afirma ainda que quem já domina esses tópicos pode acelerar os estudos de Estatística e de Raciocínio Lógico.

“A banca Esaf é exigente. As questões não são triviais; aliás, ela é responsável pela maioria dos concursos da área fiscal, o que a mantém no padrão de uma banca de alto nível na elaboração de questões”, avalia.

Fernando Bentes, diretor acadêmico do site Questões de Concursos, diz que a Esaf costuma lançar mão de pegadinhas em suas provas. “Apenas a mudança de uma palavra no enunciado de uma questão pode significar a alteração completa do sentido. Esse tipo de pergunta não valoriza tanto o conhecimento, mas a atenção do candidato, logo, ele deve estar muito concentrado para a prova”, ressalta Bentes.

Sobre o concurso da Câmara dos Deputados, o professor de Língua Portuguesa da Academia do Concurso, Márcio Coelho, diz que as provas da banca Cespe-Unb são muito bem elaboradas.

“O candidato deve começar pela leitura atenta do edital”, alerta Coelho. Quanto ao conteúdo de Língua Portuguesa, ele diz que na prova sempre constam questões de reescritura de frases em que se deve estar atento ao sujeito, complemento verbal e adjunto adverbial.

Chances: Só na Fiocruz são 400 vagas

Um dos concursos que abriram muitas vagas para o Rio foi o da Fiocruz: um total de 400. O professor da Academia do Concurso Paulo Quilelli diz que a Fundação Dom Cintra, organizadora do certame, têm abordagem muito direta e sem induções ao erro nas provas. “A banca se utiliza de questões de dedução lógica. Nas matemática apresenta problemas de PA e PG, juros, contagem e probabilidade”, informa.

Fabiana Cinalli, de 32 anos, optou por estudar para o concurso do Ministério da Fazenda. “Escolhi este porque as matérias que cairão são comuns as dos últimos concursos que participei”, diz a estudante.

Completam a lista dos lançamentos de edital este mês o Ministério do Trabalho (415), Empresa de Pesquisa Energética (EPE) (343), Instituto Nacional do Câncer (Inca) (583), Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) (143), Transpetro (602) e Instituto Chico Mendes de Conservação e Biodiversidade (ICMBio) (271),

Você pode gostar