Sucesso nas compras: Pesquise antes de comprar

Alguns produtos são mais baratos se forem comprados no exterior, mesmo somando o valor do frete e impostos

Por O Dia

Rio - Alguns produtos são mais baratos se forem comprados no exterior, mesmo somando o valor do frete e impostos. Mas cuidados devem ser tomados ao importar por meio de sites especializados.

Por exemplo, ao usar o cartão de crédito, o consumidor paga o valor do produto convertido para o câmbio do dia do pagamento da fatura. Além disso, no próximo boleto será feito o reajuste da cobrança do câmbio do dólar do dia que pagou, para mais ou menos.

É importante observar também que, comprando no Brasil, o consumidor tem mais garantias e acesso fácil a possíveis trocas, condições de pagamento e parcelamentos inclusive.

Todos esses fatos devem ser considerados antes de efetuar as compras. Abaixo, confira mais dicas.

Por Marco Quintarelli

PERGUNTA E RESPOSTA

“Gosto de comprar jogos de videogame, mas eles são muito caros aqui no Brasil. Amigos me sugeriram comprar em um site dos Estados Unidos com cartão internacional, mas isso funciona mesmo? A encomenda chega aqui? E quais encargos eu tenho que pagar?"

Sérgio, por e-mail

Olá, Sérgio. A compra de produtos importados em sites estrangeiros costuma ser segura, principalmente se for feita pelas empresas mais tradicionais. Além disso, a importação de bens pelos Correios, companhias aéreas ou empresas de courier concluídas pela internet são regidas pelo Regime de Tributação Simplificada (RTS).

Remessas com valor total de até US$ 50 (cerca de R$ 118), entregues pelo serviço postal e que o destinatário e o remetente sejam pessoas físicas, estão isentas de impostos. A tributação é de 60% sobre o valor total dos bens constantes na fatura, acrescidos de transporte e seguro relativo à logística, caso estes não tiverem sido incluídos no preço da mercadoria. E o valor máximo a ser importado nesse regime de tributação é de US$ 3 mil (cerca de R$ 7 mil) por pessoa.

Resumindo, você paga pelo produto, pela postagem e pelo seguro, que pode ser contratado ou não. É incluído ainda o ICMS para produtos vindos do exterior, que varia em cada estado.

No seu caso, a sugestão é que o pagamento seja feito com cartão de crédito internacional. Mas fique alerta. Além dos outros custos, você irá arcar com o valor do produto convertido para o câmbio do dia do pagamento da fatura do seu cartão. E no boleto seguinte será feito o reajuste da cobrança do câmbio do dólar do dia que você pagou, para mais ou menos.

Incidirá também sobre o valor total da sua compra o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras). Atualmente, a alíquota é de 6,38%.

É muito importante que você considere todos estes fatos e faça as contas com cuidado antes de efetuar a compra do videogame no exterior. Observe que comprando no Brasil você tem mais garantias e acesso fácil a possíveis trocas, condições de pagamento e parcelamentos.

Marco Quintarelli é consultor do Grupo AZO. Segunda-feira, Sucesso nos Concursos

Últimas de _legado_Economia