Por bferreira

Rio - Depois de algumas viagens pelo mundo, uma pergunta que sempre me faço e não sei a razão, é o porquê do Carnaval não se tornar uma receita permanente para cidade durante o ano todo?

Todos sabem que a chamada indústria do Carnaval é importantíssima, que se entrelaça com o turismo, com a imagem da cidade, que há pessoas vivem o ano todo em função disso. Mas tenho a percepção de que isso ainda é pouco e de que é possível fazer muito mais. Alguém sabe onde fica ou já visitou o museu do Carnaval? Quantas vezes você já foi à Cidade do Samba?

É preciso que a atividade do Carnaval, como negócio econômico para a cidade funcione com padrão internacional 365 dias, com uma programação paralela ao Carnaval oficial. Tornar o Museu do Carnaval, que funciona no sambódromo, uma verdadeira atração, como o Pão de Açúcar e o Corcovado. Fazer visitas guiadas aos da Cidade do Samba como nos estúdios de cinema norte-americano também é uma alternativa a se desenvolver, desde que cada barracão mantenha uma história de seus desfiles passados, com fantasias, vídeos e lojas de suvenires com lembranças de suas escolas.

Professor de Finanças do Ibmec

Você pode gostar