Sucesso nos Concursos: Leitura é a base para um bom texto

Para não fazer feio, é bom ter na manga algumas dicas básicas de português e, é claro, treinar a criatividade e a escrita

Por O Dia

Rio - Além das conhecidas questões de múltipla escolha, algumas seleções públicas contam com redação. É nessa hora que o candidato fica ainda mais inseguro, não só porque não sabe conciliar o tempo de prova, mas, principalmente, por desconhecer como estruturar bem um texto argumentativo.

Para não fazer feio, é bom ter na manga algumas dicas básicas de português e, é claro, treinar a criatividade e a escrita antes das provas.

Ler é o primeiro caminho para uma boa redação. Acompanhe também os meios de comunicação, como jornais diários e revistas semanais. Os temas, geralmente, são sobre a atualidade e é importante estar bem informado. Além disso, ter uma boa gramática como livro de cabeceira é fundamental para um texto coerente.

PERGUNTA E RESPOSTA

Por Cláudia Jones

?“Daqui a poucos meses vou fazer a minha primeira prova de concurso público. Para a minha surpresa, a seleção conta com redação, e eu não estudei. O que devo fazer para ter uma boa pontuação, já que essa parte do exame tem um peso elevado na avaliação?” - Juliana, Senador Camará

Juliana,

essa é mesmo uma dúvida muito comum entre os concurseiros, principalmente os que estão começando agora, como é o seu caso. Claro que minha especialidade não é redação, mas pedi a ajuda de alguns mestres para poder responder o seu questionamento de forma clara.

Vamos lá: a redação deve ser divida em parágrafos e esses parágrafos, em períodos. Se tivermos, por exemplo, uma redação de 30 linhas, ela deve ter, além da introdução, três parágrafos para o desenvolvimento e um para a conclusão, pois esses pontos são conferidos pela banca examinadora, independentemente do concurso.

Aí vai uma dica que tem derrubado muitos candidatos: é fundamental evitar escrever na primeira pessoa, sendo que a do singular nunca deve ser usada. Por exemplo: “Eu acho que isso deveria ser...” Nem pensar. Já usar o “nós”, primeira pessoa do plural, depende muito da banca examinadora.

Acima de tudo, é importante que seu texto seja claro, com princípio, meio e fim. Mas nem só de técnica vive uma boa redação. O vocabulário e o conhecimento são fatores indispensáveis para quem quer escrever bem.

Pouco adianta ao candidato dominar técnicas se ele cometer erros de concordância, grafia e pontuação. Portanto, cuidado não apenas com a estrutura da redação, mas com o que você escreve.

Quanto ao conhecimento a que me referi, se trata do que é acumulado ao longo da vida. Vai escrever melhor, certamente, quem leu mais ao longo dos anos.

Portanto, é fundamental que estude por uma boa gramática. Além disso, leia muito, principalmente jornais diários e revistas semanais. Como os temas são sobre a atualidade, é importante estar bem informado.
Bons estudos!

Últimas de _legado_Economia