Universidades federais: Educação aceita discutir carreira

O Ministério da Educação autorizou a Secretaria de Ensino Superior a discutir a reestruturação da carreira docente, a partir de questões conceituais, com o Andes-SN

Por O Dia

Rio - O Ministério da Educação autorizou a Secretaria de Ensino Superior a discutir a reestruturação da carreira docente, a partir de questões conceituais, com o Andes-SN (Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior).

Para a presidenta do sindicato, Marinalva Oliveira, a etapa é um passo “muito importante”, desde que seja garantido um horizonte para os debates: “A discussão conceitual da carreira é primordial para nós, mas precisamos ter definido um calendário com início, meio e fim do processo. Vale lembrar que esse é um dos temas, mas temos outros três que resumem a nossa pauta e sobre os quais precisamos ter respostas”. As demais reivindicações são valorização salarial de ativos e aposentados, condições de trabalho e autonomia universitária.

A nova reunião do sindicato com a pasta será dia 10 de abril. Marinalva ressaltou que ainda não é possível destacar que o processo de negociação será concretizado: “É a força da nossa mobilização que vai fazer com que o Ministério da Educação cumpra o que for acordado.”

Nos próximos dias, a direção do Andes-SN vai discutir em Brasília um novo calendário de mobilização da categoria.

Últimas de _legado_Economia