PRF abre 216 oportunidades para agente administrativo

Troca de banca dificulta os concurseiros que já vinham estudando para a prova

Por O Dia

Raphael Chagas estuda há dois meses para o concurso da PRFDivulgação

Rio - Um dos concursos mais aguardados do ano promete ser muito concorrido. Com 216 vagas para o cargo de agente administrativo e remuneração de até R$ 4.318,17, a Polícia Rodoviária Federal (PRF), ao lançar edital na última terça-feira, dificultou a vida de quem já vinha estudando com base nas provas da Cespe/UnB, banca organizou a última seleção e estava cotada a permanecer. A escolhida foi a Fundação Professor Carlos Augusto Bittencourt (Funcab). Instituição não muito conhecida dos concurseiros.

Serão cobradas nove disciplinas, com destaque para Língua Portuguesa, que valerá 24 pontos. Seguida de Ética e Conduta Pública e Raciocínio Lógico, que valerão 12 pontos, e as disciplinas de conhecimentos específicos, que terão peso nove cada uma. “Cabe ressaltar que as disciplinas de conhecimentos específicos têm um conteúdo muito grande a ser estudado, logo, não se pode perder tempo”, aconselha Fernando Bentes, diretor do site Questões de Concursos.

Com base nas provas anteriores, Aline Aurora, professora do site Gabarita Português, diz que a Funcab cobra quase todo o conteúdo programático. “Em relação ao texto, é comum questões de interpretação, identificação da opinião do autor e figuras de linguagem”, informa a especialista.

No que diz respeito aos conteúdos gramaticais, Aline Aurora conta que a maior ocorrência de questões de colocação pronominal, funções sintáticas do período simples, regência, emprego do pronome relativo e crase.
José Almeida Sobrinho, autor da obra Comentários ao Código de Trânsito Brasileiro, da editora Forense, diz que o candidato deve atentar na área dos conhecimentos específicos, para as questões de direito administrativo, constitucional e os dispositivos do Código de Trânsito Brasileiro que tratam das competências da PRF, dispostas no artigo 21.

“A legislação organizacional, tais como estrutura, competências, funcionamento interno e ação externa devem ser observados na prova, pois, embora tenha número de questões pequeno, é área de conhecimento restrito e poucos candidatos terão condições de dominar o tema”, dá a dica Sobrinho.

Com taxa de R$ 60, as inscrições vão até dia 30. A prova para candidatos com ensino médio será 25 de maio.

Últimas de _legado_Economia