Por mreis

Rio - Os segurados do INSS têm nas redes sociais mais um aliado para tirar dúvidas e impedir a tentativa de golpes de fraudadores. Além da Central 135 e do site, a Previdência Social tem usado o Facebook como ferramenta para manter aposentados e pensionistas informados e livres da atuação de atravessadores. No canal https://www.facebook.com/ministeriodaprevidenciasocial, é possível fazer perguntas sobre problemas pontuais sem precisar ir a uma agência do INSS. Mas não há como fazer agendamentos de serviços.

“A Previdência quer priorizar o atendimento nas agências. O objetivos dos canais remotos é deixar o funcionário mais livre para serviços que exigem mais pesquisas, como a concessão de benefícios e perícias médicas”, explica Flávio Souza, gerente-executivo da Gerência Centro do INSS do Rio.

Para checar se o perfil no Facebook é oficial é preciso passar o cursor na bolinha azul e ela emitir respostaReprodução

De acordo como institutos, ontem, 72% dos atendimentos nos postos em todo o país eram de demandas espontâneas sem agendamento prévio pelo site ou na Central 135. No Município do Rio a procura chegou a 68%. Desta forma, os segurados vão ao postos pedir documento ou informações sobre revisão de benefícios que poderiam ser repassados pelos atendentes dos canais à distância.

Quem for acessar o perfil no Facebook, no entanto, deve ficar atento. Existem páginas nas redes sociais que se apresentam como oficiais e não são. Para não ser enganado, o segurado deve observar símbolo de certificação ao lado do nome Previdência Social na capa fanpage.

Perfil já recebeu mais de 9,2 mil curtidas na internet

No ar desde dezembro de 2012, o perfil do Ministério da Previdência Social no Facebook recebeu até ontem, no começo da tarde, 9.298 curtidas. O público que mais usa a ferramenta é composto por segurados com idades entre 25 e 34 anos.

No mural, há acesso para fotos e vídeos que ilustram as informações prestados pelo INSS. O segurado encontra espaço aberto para sugestões e opiniões. Ele quiser enviar dados pessoais deve mandar mensagem via in box para e garantir a privacidade do contato.

O alerta mais recente feito a usuários é sobre a tentativa de fraude envolvendo a Dataprev, com envio de correspondências e boletos bancários atribuídos à empresa de informática da Previdência. O ministério mantém ainda outros canais como o Blog da Previdência (http://blog.previdencia.gov.br/) e o o Twitter (@Previdencia) que já tem 56,5 mil seguidores.

Você pode gostar