Por tamara.coimbra

São Paulo - Os analistas do mercado financeiro reduziram nesta segunda-feira as previsões de crescimento da economia brasileira de 1,69%, valor calculado há uma semana, para 1,62%, segundo o boletim Focus, relatório feito pelo Banco Central no qual se consulta a opinião de cerca de 100 especialistas de instituições privadas.

Os analistas aumentaram a previsão de inflação de 6,39% para 6,43%, enquanto para 2015 o índice se manteve em 6%. A meta do governo para a inflação no país é de 4,5% ao ano, com uma margem de dois pontos, o que permite um teto de 6,5%.

Segundo o boletim, o crescimento da economia do país em 2015 será de 2%, contra o 1,9% estipulado na semana passada.

Você pode gostar