Por bferreira

Rio - Servidores que integram o quadro de pessoal da Saúde do Estado do Rio decidiram entrar em greve por tempo indeterminado a partir de hoje. A decisão foi tomada durante assembleia geral ao ar livre que aconteceu ontem no Largo do Machado, Zona Sul do Rio, e promovida pelo Sindsprev-RJ (Sindicato dos Trabalhadores da Saúde, Trabalho e Previdência Social). Segundo a diretora da entidade Denise Nascimento, o movimento foi deflagrado devido à recusa do governo estadual em responder à pauta de reivindicações entregue pelos servidores em setembro de 2013.

Em nota, o sindicato informou que entre os itens da minuta de propostas estão: condições dignas de atendimento e trabalho, 100% de reajuste emergencial — a categoria está há 15 anos sem reposição salarial, segundo o Sindsprev-RJ —, incorporação de gratificações, fim do que a entidade classifica como “sucateamento dos hospitais e outros setores da saúde”.

A categoria se reúne novamente amanhã, às 11 horas, na Rua México 128, em frente à Secretaria Estadual de Saúde.

Já os servidores da Saúde Federal também decidiram ontem à noite iniciar greve por tempo indeterminado a partir da próxima segunda-feira. Eles são contra o “desrespeito da jornada de 30 horas e a privatização de hospitais”.

Você pode gostar