Aviação comercial aumentará ritmo de crescimento, prevê Anac

Crescimento será causado pelo aumento da infraestrutura nos aeroportos, e não necessariamente pelo maior número de voos

Por O Dia

Rio - Depois de um desempenho praticamente estável em 2013, a aviação comercial deve crescer até 5% em 2014, segundo previsão do diretor-presidente da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Marcelo Guaranys. Na visão dele, o crescimento será causado pelo aumento da infraestrutura nos aeroportos, e não necessariamente pelo maior número de voos em função da Copa do Mundo.

Crescimento será causado pelo aumento da infraestrutura nos aeroportos, e não necessariamente pelo maior número de voosAgência Brasil


"Temos visto uma demanda muito grande de voos turísticos entre determinadas cidades que não tinham esse costume, como Cuiabá, mas uma diminuição muito grande nos voos executivos. Pouca gente tem viajado a trabalho", avaliou Guaranys sobre a Copa do Mundo, em entrevista no Centro Aberto de Mídia sobre a movimentação nos aeroportos.

O diretor-presidente da Anac explicou porque espera aumento no mercado da aviação comercial: "A gente tem uma infraestrutura nova agora. Em Brasília e Guarulhos, aumentou muito a capacidade. Então, há a possibilidade de trazer mais voos, mais empresas e mais aeronaves. Viracopos também vai entregar um terminal com uma capacidade grande, e isso gera uma melhoria na expectativa e na oferta de infraestrutura".

Se o resultado se concretizar, ele representará uma aceleração em relação ao ano anterior, em que houve um crescimento menor que um por cento: "[o mercado] quase decresceu, variou muito pouco do ano retrasado para o ano passado. Isso é atípico para a gente, que tem tido crescimento muito grande nos últimos anos. É difícil prever porque a gente depende da previsão de cada empresa, mas acredito que vamos ter um crescimento um pouquinho maior neste ano".

Últimas de _legado_Economia