Soldo da PM vai de R$ 699 a R$ 2.003

Se aprovados pela Assembleia Legislativa do Rio, os novos valores entram em vigor em janeiro de 2015

Por O Dia

Rio - Com a proposta do governo do estado de reajuste para os quadro da Polícia Militar, os soldos vão variar entre R$ 699,19, para alunos da Escola de Formação de Oficiais, e R$2.003,41, para coronel. Se aprovados pela Assembleia Legislativa do Rio, os novos valores entram em vigor em janeiro de 2015. De acordo com a proposta, em 2021, quando termina o parcelamento, os soldos serão de R$953,46 e R$2.731,98, respectivamente.

A primeira parcela terá impacto de R$ 1 bilhão sobre os cofres do estado no ano que vem, de acordo com o projeto de lei enviado pelo governo do estado à Alerj. O aumento também beneficiará servidores do Corpo de Bombeiros, com custo adicional de R$ 112,6 milhões.

O reajuste da PM vai incorporar duas gratificações que serão extintas na carreira, no valor de R$350. No caso dos PMs, a Gratificação Temporária por Participação no Programa de Capacitação em Operações Policiais Militares de Ocupação Estratégica Temporária e Polícia de Proximidade será absorvida. Nos bombeiros, vai acabar a gratificação por Participação em Programa de Capacitação.

O projeto de lei será discutido hoje, durante sessão extraordinária na Alerj. Faz parte de propostas enviadas ao Legislativo para reajustar vencimentos de várias categorias no estado.

FIM DA GRATIFICAÇÃO
O projeto de lei que aumenta o soldo dos policiais militares prevê que enquanto o valor das gratificações extintas não for absorvido totalmente pelo vencimento, eles continuarão recebendo a diferença sob forma de resíduo. Desta forma, não haverá perdas até que benefício de R$ 350 seja totalmente incorporado ao soldo. A medida também vale para os bombeiros.

APOSENTADOS
O aumento será repassado para aposentados e pensionistas da Polícia Militar. O impacto na folha de pagamentos dos inativos será de R$ 245 milhões em 2015, o que corresponde a cerca de um quarto do custo total da medida. Em 2021, ao fim do parcelamento, a folha será majorada em R$ 769 milhões somente com esta fatia da corporação.

?BOMBEIROS INATIVOS
Os servidores aposentados e pensionistas do Corpo de Bombeiros também terão benefícios reajustados. Para o estado, o aumento irá custar R$ 35 milhões em 2015, enquanto a folha dos ativos vai ficar R$ 77 milhões mais alta. Daqui a sete anos, o impacto com o pagamento de inativos será de R$ 229 milhões, segundo o texto que seguiu para Alerj.

SESSÕES EXTRA
Deputados estaduais farão dez sessões extraordinárias hoje para analisar as propostas de reajuste enviadas à Casa. Além do aumento dos militares, também está prevista na ordem do dia a apreciação de projetos que beneficiam policiais civis, servidores do Detran-RJ, da Junta Comercial e da Fundação Teatro Municipal, entre outros.

ESCALONAMENTO
Os servidores da Polícia Civil ativos e inativos também terão seus salários reajustados em sete anos. O projeto de lei enviado à Assembleia não contempla os delegados. A partir de 2015, o salário- base de um investigador de 3ª classe será de R$ 1.025,35. Já o inspetor de 6ª classe terá o vencimento-base de R$ 1.033,85

FIM DE GRATIFICAÇÃO
O projeto determina o fim da gratificação concedida aos servidores lotados nas Delegacias Legais e àqueles que participam do Programa de Qualificação para Exercício em Delegacia Legal. O benefício será incorporado aos vencimentos e pago de forma residual até que o valor seja completamente absorvido.

Últimas de _legado_Economia