Candidatos estão de olho em novo concurso dos Correios

Seleção anterior teve 9 mil vagas. MPT questiona na Justiça uso de terceirizados

Por O Dia

Rio - Concurseiros de plantão estão na expectativa do lançamento de uma nova seleção dos Correios. Apesar de a prova anterior já ter perdido a validade, há uma ação civil pública, de iniciativa do Ministério Público do Trabalho (MPT), questionando o uso de terceirizados em postos de trabalho que deviam ser ocupados por pessoal concursado. O julgamento do processo está marcado para a próxima sexta-feira.

“A situação está prestes a ser resolvida. Por essa razão, os candidatos devem ficar atentos. Não podem relaxar. Quem ainda não iniciou sua preparação tem de começar já”, avalia Arenildo Santos, professor do Universo do Concurso Público.

Ana Cláudia dos Anjos está estudando há quatro meses para a provaDivulgação

Santos lembra que no último concurso de 2011 a banca foi a Cespe/Unb e o estilo de prova não foi o de Certo ou Errado como a instituição costuma adotar. “Ela usou o esquema com cinco alternativas. O que, em geral, agrada mais aos candidatos”, comenta o professor.

Diretor pedagógico da Academia do Concurso, Paulo Estrella conta que no certame anterior foram nove mil vagas. Ele diz que os Correios historicamente oferecem oportunidades para três cargos de Nível Médio: carteiro; atendente comercial e operador de triagem; e transbordo. Estrella informa que os rendimentos passam de R$ 2 mil.

“Esse concurso, por causa da grande oferta de vagas e das poucas disciplinas cobradas na prova, normalmente atrai grande número de candidatos. Ele é indicado para iniciantes, já que a prova aborda apenas três disciplinas: Língua Portuguesa, Matemática e Informática”, explica o especialista.

Fernando Bentes, diretor do site Questões de Concursos, recomenda retomar estudos de Ensino Médio e comprar apostilas específicas para esta carreira. “Tendo dificuldades em alguma matéria, aconselho um cursinho preparatório”, dá a dica. Bentes diz ainda que há exigência de prova física para alguns cargos.
Ana Cláudia dos Anjos, de 20 anos, é aluna da Academia do Concurso e está há quatro meses estudando para a prova dos Correios.

“Minha rotina de estudos começa de manhã, quando foco na teoria. À tarde vou para o trabalho e à noite faço o curso. Quando chego em casa, faço exercícios antes de dormir para fixar o que aprendi”, relata a jovem.

Começar por Matemática

Para o professor Pedro Evaristo, do site Agora Eu Passo, o melhor é não deixar o estudo de Matemática por último. “O ideal é começar pela disciplina que você mais sabe, se essa não for Matemática, pois uma mente cansada não processa bem informações lógicas”, ensina Evaristo. “Existem cinco pontos importantes para passar em concurso: conhecimento, técnica, estratégia, fator emocional e sorte”, acrescenta.

Professor de Matemática da Academia do Concurso, Domingos Cereja diz que o candidato tem que considerar a não saída do edital como uma vantagem. Ele ressalta que para conseguir uma boa preparação, o concurseiro dever fazer um planejamento de estudo. “É importante dedicar uma quantidade de horas certa para cada matéria. O estudo diário, combinado com exercícios, preferencialmente de provas anteriores da mesma banca, é fundamental para o sucesso”, ensina Cereja.

Últimas de _legado_Economia