L’Oréal vai comprar a Niely

Multinacional assina acordo com a fabricante da Baixada de produtos para cabelos

Por O Dia

Rio - A L’Oreal divulgou ontem que assinou um acordo para adquirir a Niely Cosméticos, detentora, entre outras, de duas marcas de destaque para cabelos: a Cor & Ton, de coloração capilar, e Niely Gold, de shampoos e cuidados para cabelos. A companhia da Baixada Fluminense é apontada como a maior empresa independente de coloração e cuidados com os cabelos do Brasil, reforçando sua aposta no mercado de beleza do país.

A operação fabril da Niely se concentra em Nova Iguaçu%2C na Baixada Fluminense%2C onde são produzidos o Cor %26 Ton e a linha Niely GoldAlessandro Costa / Agência O Dia

Os termos financeiros do negócio não foram divulgados e ainda estão sujeitos à aprovação do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica). Porém, a iniciativa de aquisição, por parte da multinacional francesa, é em direção a de consolidar a presença cada vez maior da L’Oréal no seguimento de tratamento de capilar, mercado em que a cliente é muito exigente.

O Grupo Niely iniciou suas atividades em 1981, em Nova Iguaçu, com produtos químicos para manutenção industrial e limpeza. A fabricação de cosméticos começou cinco anos depois. No ano passado, a Niely Cosméticos teve receita líquida de cerca de R$ 405 milhões (140 milhões de euros). Seus produtos são distribuídos em supermercados, farmácias e redes de perfumaria e são populares entre a crescente classe média do país, informou a L’Oréal em um comunicado.

Com a venda, o fundador da empresa fluminense, Daniel Fonseca de Jesus, vai se integrar ao Comitê Estratégico da L’Oréal Brasil como vice-presidente. “Estamos muito satisfeitos em nos integrarmos à L’Oréal. Estamos convencidos de que esta operação permitirá que os consumidores de Cor & Ton e Niely Gold se beneficiem de todo o expertise de marketing e pesquisa e inovação da L’Oréal. É também uma grande oportunidade para nossos times darem prosseguimento à aventura Niely dentro da empresa líder mundial de beleza”, declarou Daniel de Jesus.

Vice-presidente executivo para as Américas, Frédéric Rozé diz que a investida é um movimento estratégico da companhia na América Latina e Brasil, já que o país é um dos maiores mercados para coloração e cuidados com o cabelo no mundo, “onde consumidores têm longa tradição em beleza e expectativas exigentes.”

Didier Tisserand, presidente da L’Oréal Brasil, afirma que a aquisição da Niely irá complementar positivamente os produtos oferecidos pela “nossa divisão de produtos grande público no Brasil.”

Estado do Rio reúne mais de 200 empresas do setor

Em 2013, o Brasil ocupou a terceira posição no mercado mundial de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos, movimentando US$ 43 bilhões (R$ 96,75 bilhões), segundo a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec). Só em produtos para cabelo, o país ficou em segundo lugar.

Com o crescimento do mercado consumidor, o Estado do Rio tem se beneficiado com a maior presença de grandes empresas do setor, que estão se instalando ou ampliando suas operações aqui. Conforme estudo da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico (Sedeis), as companhias investem mais de R$800 milhões.

Hoje, o Rio reúne mais de 200 empresas do setor. A previsão é de que mais 1.500 empregos serão criados no estado com a chegada de fabricantes como Apolo, Cless e Mane, além da expansão de outras como Embelleze, P&G e a própria Niely.

HAIR&BEAUTY - De 9 a 11 de novembro, ocorre no Riocentro a principal feira para o profissional de beleza, a Hair & Beauty. Ainda há estandes para quem deseja expor ao lado de companhias como L’Oréal, Wella, Alfaparf, Bioderm, Matrix, Niely, Embelezze, entre outras.Também já está a venda o passaporte (R$ 50) para participar dos três dias de evento.

Últimas de _legado_Economia