Por victor.duarte

Brasília - A atividade industrial e o emprego oferecido pelo setor caíram 0,8% em agosto na comparação a julho, segundo dados divulgados pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). As horas de trabalho dedicadas à produção industrial também voltaram a cair. A tendência à queda do indicador registrada nos quatro meses anteriores havia sido revertida no mês anterior.

O levantamento feito pela CNI explica que o crescimento de julho apenas acompanhou o aumento do número de dias de trabalho em relação a junho, quando o governo decretou diversos feriados para facilitar a organização da Copa do Mundo. O emprego na indústria brasileira diminuiu pelo sexto mês consecutivo em agosto, com uma baixa de 0,8%, embora a massa salarial dos trabalhadores tenha aumentado em 1,1% na mesma comparação, segundo o relatório.

Segundo a análise, o faturamento da indústria aumentou 1,1% em agosto. No entanto, o estudo ressalta que o indicador se encontra 8,8% abaixo dos parâmetros de 2013. A Confederação Nacional da Indústria, que publica os principais dados do setor mensalmente, conclui que esses resultados reforçam a trajetória de queda na atividade industrial após o aumento atípico registrado em julho.

Você pode gostar