Greve dos bancários cresce e Fenaban chama nova negociação nesta sexta

Bancários entraram nesta sexta-feira no quarto dia da greve nacional da categoria

Por O Dia

São Paulo - Nesta sexta-feira, segundo informações da própria Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), a Fenaban enviou à entidade um ofício, chamando os grevistas para uma nova nova rodada de negociação às 17h, em São Paulo. O Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal também chamaram nova negociação das reivindicações específicas para esta sexta-feira, às 18h, também em São Paulo. A greve dos bancários já está em seu quarto dia.

“É a força da greve que arrancou essa nova negociação. Esperamos que os bancos apresentem uma proposta decente aos bancários para que possamos levar às assembleias da categoria”, afirma Carlos Cordeiro, presidente da Contraf-CUT e coordenador do Comando Nacional, em nota enviada à imprensa.

As novas rodadas de negociações ocorrem no momento em que a greve nacional está crescendo em todo o país. Nesta quinta-feira, as paralisações atingiram 9.379 agências e centros administrativos de bancos públicos e privados nos 26 estados e Distrito Federal. Foram 1.706 novas unidades que aderiram à greve em relação à quarta-feira, um crescimento de 22,2%. Desde o primeiro dia da greve, a paralisação cresceu 42,7%.

Últimas de _legado_Economia