Por bferreira

Rio - Começou ontem a revitalização do Monumento Nacional aos Mortos da Segunda Guerra Mundial, no Aterro do Flamengo. Para limpar o local, será usada uma máquina de vapor quente com pó de quartzo, amido de milho e casca de nozes, conforme a coluna antecipou na semana passada. O Exército já pensa, agora, em adquirir o equipamento para usar em outras unidades militares.

Por enquanto, o serviço no monumento será feito como uma forma de estreitar os laços entre a Força e a empresa Cristanini/Ghibli, especializada em descontaminação química e biológica.

“O monumento precisava de limpeza. Vamos fazer isso de graça porque o Exército é nosso cliente em serviços de descontaminação”, disse o presidente da empresa, o italiano Cristanini Adolfo.

“Como o serviço é de qualidade, temos o interesse em adquirir o equipamento para usar em nosso acervo”, disse o diretor do monumento, coronel Rego Barros.

A revitalização faz parte das comemorações dos 70 anos de combate da Força Expedicionária Brasileira contra a Alemanha Nazista, na Itália, que deixou 469 combatentes mortos. A homenagem contou a inauguração de placa.

SEMANA DA ASA

Começa hoje o “Portões Abertos 2014”, evento grátis na Base Aérea de Santa Cruz (Basc). A ação faz parte das comemorações da Semana da Asa e dos 72 anos da base. O objetivo principal é estreitar os laços com as comunidades locais, e divulgar o trabalho realizado pela Força Aérea Brasileira (FAB).

SORTEIO DE VOOS

Estão previstas atividades como shows aéreos, decolagem e pouso dos caças, lançamento dos paraquedistas, balonismo e exposição de viaturas militares antigas. Haverá sorteio de um voo panorâmico na aeronave entre quem levar 1kg de alimento não perecível. A Basc doará o que for arrecadas às instituições carentes do bairro.

RELAÇÃO AMIGÁVEL

A programação conta com as Bandas de Música da Basc, do Colégio Dom Ótom Mota e Apollo 12. À tarde, terá os grupos Disfarce e Samba Show, além da venda de artigos militares, praça de alimentação e uma área recreativa com brinquedos infláveis. Os oficiais esperam que a relação com o entorno fique mais estreita.

NOSSO PRIMEIRO FUZIL

O IA2 é o primeiro fuzil 100% brasileiro. A arma é resultado de três anos de pesquisa da Indústria Imbel, vinculada ao Ministério da Defesa por meio do Comando do Exército Brasileiro. O novo fuzil é mais leve que seu antecessor, o FAL. A expectativa é de que sejam fabricadas mais 200 mil armas para o Exército brasileiro.

Você pode gostar