Por bferreira

Rio - Tem sido cada vez maior a procura de jovens por informações para investir em um empreendimento próprio. O pessoal demonstra disposição para assumir um negócio, tentando colocar em prática as boas ideias que surgem. Mas constantemente a dificuldade em conseguir recursos para concretizar a iniciativa inviabiliza o desenvolvimento do projeto.

Para resolver a questão, a saída pode ser buscar um sócio ou tentar apoio de incubadoras e investidores-anjos. O primeiro passo é sempre verificar se o projeto é viável. Em caso positivo, é preciso saber se há mercado para o produto desejado.

Algumas ideias são boas, mas o que realmente a torna um projeto concreto é a viabilidade. Então prepare-se e corra atrás do que deseja. Abaixo, saiba mais.

Por Cezar Vasquez

PERGUNTA E RESPOSTA

“Sempre quis ter um negócio e agora estou colocando em prática a minha ideia. Como faço para conseguir recursos para investir? O que você me aconselha a fazer?”

Gabriel Cohen, Méier

Prezado Gabriel, você está começando muito bem, porém, não detalhou a sua ideia. Se o que você tem em mente é inovador, é importante guardar certo sigilo mesmo. Saiba que o mais imprescindível é a execução do plano, e não apenas o que está no papel.

No mercado, costuma-se dizer que dificilmente uma boa ideia existe em apenas uma cabeça. Mas, de qualquer forma, o trunfo é de quem chegar primeiro ou quem melhor executar o projeto. Por isso, apresse-se e prepare-se.

Antes de mais nada, o passo inicial é verificar se há mercado para a sua ideia. Também é importante verificar se existe no mercado produtos ou serviços como o que você idealizou.
Caso existam, busque diferenciais para os seus consumidores. É possível fazer esse levantamento por meio de pesquisas de mercado.

Se a sua ideia for viável, é hora de buscar os recursos para implementa-la. Uma solução pode ser procurar um sócio que aporte a verba necessária. Para isso, é importante apresentar a ele um Plano de Negócios. No nosso site (goo.gl/InvC0), há mais informações que podem orientar você, plenamente.

Porém, se sua ideia for uma start up — inovadora no segmento, que possa crescer e trazer retorno rápido — você deve procurar uma aceleradora ou investidores-anjos. Saiba mais na Associação Brasileira de Startups (www.abstartups.com.br) ou na instituição Anjos do Brasil (goo.gl/JGkQQ).

Aproveite o momento também para buscar parcerias e fazer estudos que tenham ligação com sua ideia.
Na nossa biblioteca online, há o Manual do Jovem Empreendedor do Sebrae, destinado a quem tem Ensino Superior e decide apostar numa empresa.

Ainda no site do Sebrae, você pode testar seu perfil de empreendedor e verificar se tem realmente vocação para tocar uma empresa.

Cezar Vasquez é superintendente do Sebrae-RJ. Amanhã, Sucesso nas Compras

Você pode gostar