Presencial perde para curso online

Estabelecimentos de aulas preparatórias para concursos têm dificuldades de manter turmas

Por O Dia

Rio - Os cursos preparatórios para concursos públicos no Rio enfrentam dificuldades e a maioria deles fechou as portas ou vem se adaptando a novos tempos ao adotar o formato online de ensino a distância. De 30 estabelecimentos existentes há 10 anos, somente dez ainda mantêm em atividade no estado hoje em dia. O baixo valor das aulas online que chegam a custar, em média, 70% mais em conta, é um dos motivos que levam a atual situação. A economia para os alunos pode ser superior a R$ 2 mil. 

Christiane e Erika fazem cursos preparatórios presencial e onlineDivulgação


“A maioria faliu de dois anos para cá com o crescimento de cursos a distância”, afirma a diretora-executiva da Associação Nacional de Proteção e Apoio aos Concursos Públicos (Anpac), Maria Tereza Sombra.

A dificuldade financeira de não é o único motivo. Segundo ela, a mudança do perfil dos concurseiros também interferiu no setor. “Antes os jovens eram maioria. Hoje, são pessoas mais velhas que trabalham e o formato online é mais prático”, revela.

“Além da facilidade de horário e preço mais acessível, temos a nosso favor a economia com transporte e alimentação”, diz Alexandre Prado, diretor do Concurso Virtual.

No Universo do Concurso, as aulas são presenciais, mas com preços populares. “O curso foi criado para atender aos que não têm condições de pagar caro. Muitos estudantes que não conseguiram se adaptar aos estudos online e permanecem em sala de aula”, afirma Gladstone Felippo, professor do Universo do Concurso.

Diretor pedagógico da Academia do Concurso, Paulo Estrella discorda que os preços sejam as causas do problema. “Hoje a maioria dos alunos está empregada e tem menos tempo disponível para estudar. Muitos não estão dispostos a qualquer adversidade para conquistar o cargo e são menos dependentes da empregabilidade pública e avaliam a relação custo/benefício o tempo todo”, conta.

Christiane Cardoso, 42 anos, e Erika Pacheco, 34, fazem curso presencial e online. “Tenho a comodidade do online e no presencial encontro professores do mercado”, explica Christiane. 

PF

Data da prova sairá nesta terça-feira


O Cespe/UnB retomou o andamento do concurso da Polícia Federal para 600 vagas de agente e deve anunciar nesta terça se as provas serão mantidas para o dia 21 de dezembro. Afinal, a seleção ficou paralisada por quase um mês.

A interrupção se deu por força de decisão da 1ª Vara Federal de Uberlândia (MG) que havia acolhido ação proposta pelo Ministério Público Federal para adaptar o exame de aptidão física às necessidades dos candidatos que concorrem às vagas reservadas a deficientes.

No entanto, a Advocacia-Geral da União (AGU) derrubou, no Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), liminar que suspendeu o concurso.

Últimas de _legado_Economia