'Tivemos outras crises e superamos', diz secretária de Planejamento e Gestão

Nova titular da pasta disse estar preparada para enfrentar desafios impostos por Pezão

Por O Dia

Rio - A nova titular da Secretaria Estadual de Planejamento e Gestão (Seplag), Cláudia Uchôa, será empossada amanhã pelo governador Luiz Fernando Pezão no Palácio Guanabara. Funcionária de carreira do estado há 30 anos, disse estar preparada para enfrentar os desafios impostos pelo governador e também em negociar com as categorias representativas dos servidores estaduais.

Cláudia sabe que enfrentará desafios neste ano, em virtude do aperto orçamentário que as secretarias terão de enfrentar por causa da perda de R$ 2,2 bilhões em royalties de petróleo somente em 2015. Para ela, o cenário será desafiador: “Vamos trabalhar sempre e não desanimar. Sou servidora de carreira. Já tivemos outras crises e superamos. Eu acho que crise é uma oportunidade de a gente chegar a soluções que não pensamos antes. Isso não vai ser um problema”.

Para a nova secretária estadual de Planejamento, o governo tem feito um bom trabalho com os servidores: “Eu acho que o funcionalismo público está muito valorizado pelo governo. Estamos muito animados para seguirmos adiante. Eu acho que a minha indicação com secretária estadual é um reconhecimento da importância do funcionário público para o governador Luiz Fernando Pezão. Sou funcionária de carreira há 30 anos”.

A nova titular da Secretaria Estadual de Planejamento e Gestão (Seplag)%2C Cláudia Uchôa%2C será empossada nesta segunda pelo governador Luiz Fernando PezãoDivulgação

Sobre a abertura de concursos públicos para 2015, ela afirmou que será necessário fazer uma avaliação prévia antes de lançar novos editais. “Já fizemos vários concursos nesses últimos anos. Cuidamos de várias carreiras que estavam deficitárias. Vamos avaliar e reorganizar a tropa em 2015”, disse.

A nova titular da pasta também adotou tom otimista ao falar sobre alguns problemas orçamentários que podem ser sentidos pelos governos federal, estadual e municipal neste ano: “Eu acho que 2015 vai ser um desafio, um ano de elaboração do planejamento do estado para os próximos quatro anos. É o tempo de rever cada setor. Não haverá dificuldade nenhuma. Eu acho que as necessidades da população são sempre importantes. Falta de recursos é uma tônica de todos os governos. Então, é trabalho e não vejo problema. São muitas oportunidades e desafios que vamos enfrentar. Mas não vejo isso com desânimo”.

Cláudia ocupava o cargo de subsecretária geral da Secretaria Estadual de Fazenda desde julho de 2014. Sobre a dobradinha com o secretário Sérgio Ruy Barbosa, ela afirmou que será “ótima, pois ele (Barbosa) é um parceirão”. De 2009 a julho de 2014, Cláudia foi subsecretária na Secretaria estadual de Planejamento e Gestão.

Estudo de aumento

Para o governador Luiz Fernando Pezão, as dificuldades econômicas de 2015 já englobam os aumentos concedidos em 2014 para 90% do funcionalismo estadual. Durante cerimônia no Palácio Guanabara, logo após tomar posse na Assembleia Legislativa do Rio, Pezão declarou que vai continuar estudando futuros reajustes salariais para os servidores.

Sem 'maluquice'

“Eu quero sempre valorizar o servidor. Eu só não posso fazer maluquice, dar algo que eu não possa cumprir. O que eu dei nós vamos cumprir”, afirmou Pezão. Durante a cerimônia, o governador lembrou da crise na Educação com a greve promovida pelo Sepe. “Tive a honra de receber o Sepe no palácio e depois quiseram acampar aqui dentro, aí quebra o diálogo”, contou Pezão.

Últimas de _legado_Economia