Greve na Volks termina segunda

Montadora aceita recontratar 800 demitidos em dezembro

Por O Dia

Rio - Os trabalhadores da Volkswagen de São Bernardo do Campo (SP) aprovaram nesta sexta o fim da greve na unidade após a montadora concordar em rever as 800 demissões anunciadas no fim de dezembro na unidade. As informações são do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC.


A decisão foi tomada em assembleia na fábrica, às 7h. Os metalúrgicos, que estavam parados desde o dia 6, voltam ao trabalho na próxima segunda-feira. De acordo com o sindicato, as demissões rompiam acordo de estabilidade previsto até 2016.

Além da readmissão, a empresa fez alterações no acordo coletivo da categoria, que havia sido rejeitado em dezembro. Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, antes, o documento previa reajuste na forma de abono, que era o que a montadora oferecia aos empregados, mas não houve acordo. Agora, a empresa decidiu conceder o reajuste salarial com base na inflação do período, calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Em nota, a montadora afirmou que viu com satisfação a aprovação do novo acordo coletivo por seus empregados. “Empresa e sindicato retomaram as discussões nesta semana e chegaram a uma proposta balanceada que possibilitará a adequação da estrutura de custos e efetivo da unidade. O resultado contempla a continuidade dos mecanismos de adequação de efetivo por meio de programas voluntários”, informou a nota.

Últimas de _legado_Economia