Por felipe.martins
Publicado 27/01/2015 00:51 | Atualizado 27/01/2015 00:55

Rio - Cinco estados americanos se preparam para uma nevasca que pode se tornar a maior na História da Costa Leste dos Estados Unidos. Os governadores declararam estado de emergência. Com ventos de até 90 km/h, a tempestade Juno obrigou a região a proibir viagens pelas estradas. Ontem, 5.200 voos foram cancelados — inclusive dois que sairiam do Rio para Nova York — e algumas companhias aéreas já informaram que não irão operar hoje.

Já começou a nevar forte em Cambridge, Massachusetts. Governador daquele estado advertiu que a população precisa se prepararEfe

Cerca de 40 milhões de pessoas serão afetadas. Além de Nova York, declararam emergência Connecticut, Nova Jersey, Massachussets e Rhode Island. Na cidade de Nova York, o prefeito Bill De Blasio determinou toque de recolher desde as 23h de ontem para “tudo que for relacionado a lazer e conveniência”. Entregadores, por exemplo, estarão impedidos de trabalhar. “É preciso tomar decisões inteligentes nesse momento. Não são apenas os negócios”, aconselhou.

Segundo os serviços de meteorologia, 90 cm de neve irão cair sobre o estado de Nova York. As escolas ficarão fechadas hoje e certas linhas de ônibus não circulam. O metrô da cidade funcionará normalmente. “A Mãe Natureza decidiu nos visitar de modo extremo mais uma vez. Devemos encarar a nevasca com seriedade”, disse Andrew Cuomo, governador de Nova York.

Por toda a região, unidades da Guarda Nacional foram destacadas para atuar. Nas áreas litorâneas, há risco de enchentes e viagens de barco foram suspensas. “Juno será uma das cinco piores nevascas da nossa História e devemos enfrentá-la como tal. Será um grande problema”, alertou o recém-empossado governador de Massachusssets, Charlie Baker.

Você pode gostar