Rio tem 7 mil vagas em empregos temporários na área de turismo

Segundo a CNC, Estado oferece inúmeras oportunidades neste período de verão

Por O Dia

Rio - Quem pensa que emprego temporário só surge em datas festivas, como o Natal, está enganado. Nos meses de férias também há oportunidades. De acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o Estado do Rio está com uma demanda de mais de sete mil vagas neste período de verão.

Apesar de o mês de janeiro estar no fim, especialista da CNC informa que nestas duas semanas que antecedem o Carnaval a procura por mão de obra em bares, restaurantes e no ramo de hospedagem (pousadas, hotéis e similares) tem sido grande. São chances para garçom, copeiro, barman, cozinheiro, motorista em geral, auxiliar administrativo, camareira e recepcionista.

“O período de contratação continua e ainda há tempo de conseguir trabalho. É importante ressaltar que em todas essas atividades só é exigido o Nível Médio”, afirma o economista da CNC, Fabio Bentes. Em sua avaliação, este ano teve um aumento de 1,1% na procura de vagas em relação ao ano passado. “Isso se deu por conta da desvalorização cambial que diminuiu a procura por viagens internacionais, favorecendo o turismo interno”, avalia o economista.

Fabio Bentes diz ainda que a média salarial de admissão no setor avançou 3,6% em relação a 2014 e deve chegar a R$ 1.150 no final do ciclo de contratações.

Segundo o porta-voz da CNC, a época do verão é responsável pela geração de 72% da oferta anual de vagas temporárias no turismo brasileiro. Levantamento da Divisão Econômica da CNC mostra ainda que no âmbito nacional a expectativa é de criação de 35,5 mil postos de trabalho temporários no setor neste período.

Chances abertas em curso na Faetec

A Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec) está com 1.423 vagas em cursos de qualificação profissional no setor gastronômico e serviço, que abrange as áreas citadas na pesquisa da CNC. São elas: auxiliar de cozinha (135), confeiteiro (312), cozinheiro (200), garçom (190), padeiro (211) e salgadeiro (375).

As inscrições vão até o próximo domingo pelo site www.faetec.rj.gov.br. Segundo a pesquisa, mais da metade dos trabalhadores do setor (50,5%) tem entre 30 e 49 anos. Em todas as regiões avaliadas, o segmento que mais deve abrir postos é o de alimentação fora do lar com 53,4% das vagas (18,9 mil).

Em seguida, vem o ramo de hospedagem (pousadas, hotéis e similares) com 30,7% do total de empregos no turismo no período, gerando 10,9 mil temporários.

Últimas de _legado_Economia