TCU investiga empréstimo do Banco do Brasil à Val Marchiori

Socialite conseguiu o empréstimo junto ao Bndes, com juros subsidiados de 4% ao ano, abaixo da inflação

Por O Dia

Brasília - O Tribunal de Contas da União (TCU) investiga empréstimo de R$ 2,7 milhões feito pelo Banco do Brasil à empresa Torke Investimentos, da apresentadora de TV e socialite Val Marchiori. A assessoria da corte confirmou a informação nesta segunda-feira.

Socialite e apresentadora de TV Val MarchioriAg. News

A operação foi realizada em 2013, na gestão de Aldemir Bendine, que é amigo da socialite. Na última sexta-feira, o executivo deixou a presidência do banco e foi confirmado para comandar a Petrobras.

Além do TCU, o Ministério Público Federal também investiga o caso para averiguar a concessão do empréstimo, informou o jornal Folha de S.Paulo.

Esse empréstimo foi concedido pelo Banco do Brasil a partir de uma linha de crédito do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (Bndes), com juros subsidiados, contrariando normas do banco.

Novo presidente da Petrobras%2C Aldemir BendineDivulgação

Segundo o TCU, o processo foi aberto em novembro do ano passado a pedido do procurador do Ministério Público junto ao tribunal Júlio Marcelo de Oliveira.

De acordo com a Folha de S.Paulo, Val Marchiori conseguiu o empréstimo junto ao Bndes, com juros subsidiados de 4% ao ano, abaixo da inflação. A publicação informou ainda que a socialite tinha restrição de crédito e não teria capacidade financeira para contrai-lo, indo contra as normas do banco. Na época, Bendine negou participação na concessão de crédito.

Últimas de _legado_Economia