Economia brasileira encolheu 0,15% em 2014, segundo índice prévio ao PIB

Índice de Atividade Econômica é medido pelo Banco Central e tenta antecipar resultado da atividade econômica brasileira

Por O Dia

Rio - A economia brasileira encolheu 0,15% no ano passado em relação a 2013, o pior resultado desde 2009, segundo um índice divulgado nesta quinta-feira pelo Banco Central e considerado prévio ao do Produto Interno Bruto (PIB). O chamado Índice de Atividade Econômica (IBC-Br), que o Banco Central utiliza para tentar antecipar o comportamento do PIB, mostrou que a economia brasileira pode registrar em 2014 sua primeira retração desde 2009, quando a economia encolheu 0,33%.

O indicador do organismo emissor deixou claro que, após ter se recuperado ligeiramente no terceiro trimestre, a economia brasileira retrocedeu nos últimos três meses, o que terminou prejudicando o resultado de todo o ano.

Segundo o IBC-Br, a economia retrocedeu 0,159% no último trimestre do ano passado em relação ao terceiro, e em dezembro, quando se esperava uma recuperação pelas vendas de Natal, a atividade se contraiu 0,55% em comparação com novembro, pior resultado em seis meses.

Apesar da retração medida pelo indicador do Banco Central, os economistas do mercado calculam que a economia pode ter crescido 0,07% em 2014, mas o resultado apenas será conhecido no final de março, quando o governo divulgará o resultado oficial do PIB.

O governo, em sua última projeção, esperava para 2014 um crescimento do 0,50%.

Mas os dados divulgados até agora demonstram que a economia brasileira registrou no ano passado um de seus piores resultados em meia década.

As vendas do comércio, que nos últimos anos impulsionaram a economia graças ao crescimento do consumo, cresceram apenas 2,2% em 2014, pior desempenho desde 2003, segundo as estatísticas oficiais divulgadas ontem pelo governo. A indústria, por sua parte, sofreu em 2014 sua maior contração em vários anos.

Últimas de _legado_Economia