Horário de verão deve reduzir em 4,5% o consumo de energia

Horário de verão vai acabar no dia 22. Desde 19 de outubro, 10 estados e o DF estão com relógios adiantados em uma hora

Por O Dia

Brasília - O horário de verão vai acabar no dia 22 de fevereiro. Desde 19 de outubro, brasileiros de 10 estados das regiões Sul e Sudeste, além do Distrito Federal, estão com seus relógios adiantados em uma hora.

O governo chegou a estudar a prorrogação do horário, mas desistiu após estudos indicarem que a economia de energia gerada nesse período seria pequena e, portanto, não valeria a pena.

A estimativa é de que nesses 126 dias de horário de verão ocorra a redução de 4,5% no consumo de energia e economoa de R$ 278 milhões. A iniciativa foi adotada pela primeira vez no ano de 1931 durante o governo do presidente Getúlio Vargas e durou cinco meses.

Últimas de _legado_Economia