Por bferreira

Rio - O governador Fernando Pezão se reuniu ontem com um grupo de 14 aposentados do Rioprevidência e assegurou que vai manter em dia o pagamento dos benefícios previdenciários mesmo sem ajuda financeira do Tribunal de Justiça do Rio.

“Não vamos ter turbulências nessa área, porque quero valorizar, cada vez mais, os servidores do estado, incluindo aposentados que deram seu suor em prol do crescimento do Rio. Vamos manter todas as conquistas e ainda tentar ampliá-las”, garantiu Luiz Fernando Pezão.

Questionado sobre a origem dos recursos que serão usados para fazer o pagamento das pensões e aposentadorias, Gustavo Barbosa, presidente do Rioprevidência, informou que, em última instância, o Tesouro Estadual fará aporte.

O órgão especial do TJ-RJ decide no próximo dia 23 se libera empréstimo de R$ 7,5 bilhões para arcar com a folha de pagamento de 243 mil inativos e pensionistas do serviço público estadual. Em fevereiro, o governador Luiz Fernando Pezão pedira a quantia, mas tem encontrado resistência para ter a solicitação aceita, o que estava levando preocupação para os inativos.

Você pode gostar