Por bferreira

Rio - Assim como aquele adolescente que têm dúvidas de qual carreira seguir ao fim do Ensino Médio, aquele que começa a estudar para concurso também fica indeciso em qual área publica se dedicar. Diversos especialidades no setor afirmam ser indispensável o candidato escolher uma área específica.

Afinal, não adianta ficar atirando para todos os lados, pois hoje a concorrência é alta. Porém, aquele que ainda não tem certeza de qual caminho seguir, pode iniciar os estudos mesmo assim? A resposta é sim. Língua Portuguesa é uma das matérias que o candidato pode começar sem susto os estudos, na medida em que é uma disciplina que cai na maioria dos certames. Agora, antes mesmo de sair o edital, o ideal é criar uma agenda diária para obter o hábito de estudo.

PERGUNTA E RESPOSTA

“Não tenho conseguido emprego apesar de estar tentando há muito tempo. Estou pensando em iniciar meus estudo, mas ainda não sei qual concurso quero fazer. De qualquer forma, não quero perder esse gás e pretendo começar logo. O que posso estudar mesmo sem saber em qual certame vou me inscrever?”

Norma — Penha

Que bom, Norma, que está com o pique todo para começar a estudar para concursos, já que está difícil conseguir uma colocação no mercado privado. Com toda a certeza tomou a decisão certa, pois não dependerá de ninguém para posicioná-la em uma vaga de emprego.

Apenas do seu esforço e dedicação aos estudos. Em relação por onde começar, o ideal é pelas disciplinas básicas. Veja, por exemplo, português. Não há um só processo seletivo que essa disciplina fique fora. Isso é fato! Assim, comece a partir dela.

Não é uma das matérias mais fáceis, pelo contrário, você poderá até encontrar muitas dificuldades, mas se acostumará a ver essa disciplina de uma forma que, aos poucos, irá tomando as rédeas e conseguirá dominá-la. Por outro lado, é justamente aqui, que o candidato começa a desanimar. Não desmonte diante da primeira dificuldade na língua portuguesa, pois ela fará uma enorme diferença na sua preparação.

Um outro ponto que deverá ter conhecimento é técnicas de redação para concurso. Para ter uma ideia, mesmo para seleções de Nível Médio ela começa a ser cobrada. Podemos dizer que é até uma parte decisiva da prova, pois poderá elevar a pontuação do candidato ou até mesmo levando-o à desclassificação.

Paralelamente, há disciplinas que sempre são pedidas dependendo da área escolhida. Mesmo que ainda não saiba em que seleção se inscreverá, não será má ideia já ter em mente que área considera interessante. Vamos supor que seja a de tribunais. É fato que disciplinas como direito constitucional, por exemplo, sejam cobradas na prova. Logo, mesmo que não saiba ainda o concurso que pretende concorrer, programe-se de modo a não perder tempo.

Bons estudos!

Cláudia Jones é jornalista do site Questões de Concursos.

Você pode gostar