Sucesso na carreira: É importante gostar do que faz

A paixão pelo trabalho e a alta competência são dois fatores fundamentais para ter sucesso

Por O Dia

Rio - Pessoas que apresentam bons resultados em seus ambientes de trabalho podem destacar-se independentemente da função que ocupam. Desde o gestor de uma grande empresa, a uma atenta recepcionista, não importa a área específica ou o cargo ocupado, o que os faz parecer profissionais de sucesso é que enquanto muitos ficam na teoria ou só preocupados com o salário no fim do mês, estes profissionais de destaque partem para a prática. São pessoas que se destacam pela paixão e dedicação ao que fazem.

Isso reflete na rotina da empresa. Dessa forma é importante fazer o que se gosta. As chances desta escolha dar certo são maiores do que apostar em uma oportunidade apenas pelo salário oferecido. Confira abaixo algumas dicas.

Por Janaina Ferreira

PERGUNTA E RESPOSTA

“Não estou satisfeito com a função que exerço na empresa, mas tenho muito apoio da minha chefe. Quero mudar de área, mas tenho medo de desagradá-la e de não me dar tão bem no campo novo. Como devo proceder?”

Alberto, Irajá

Olá, Alberto! É natural hoje em dia experimentar vários tipos de mudança na vida profissional e você tem um grande motivo para mudar: não gostar do que faz.

A paixão pelo trabalho e a alta competência são dois fatores fundamentais para ter sucesso na carreira e as pesquisas mostram que há uma relação direta entre eles . Saiba que a competência é consequência direta da paixão.

O professor Mark Albion pesquisou a importância do respeito à aptidão, há 20 anos, entre 1.500 profissionais que concluíram o MBA. Eles relataram como escolheram seus empregos: 83% pelo salário e 17% pelo prazer, sem priorizar salário.

Recentemente, o professor Albion voltou a verificar a carreira desses profissionais: dos 1.500, 101 tornaram-se milionários, e destes apenas um fazia parte do grupo que priorizou o salário. Os outros 100 milionários pertenciam ao grupo que escolheu o trabalho pela paixão.

A relação entre aptidão e resultado na carreira fica clara neste estudo. Portanto, se você trabalha em algo que não o satisfaz, só para garantir o salário, não terá motivação para buscar aprimoramento profissional e poderá acabar sendo demitido por baixos resultados.

Se sua chefe lhe dá apoio, esta é a uma condição excelente. Converse com ela sobre sua carreira, explique o que lhe incomoda, as dificuldades e mostre que ali não está sendo totalmente bem aproveitado pois não está fazendo o que lhe dá prazer. Pode ser uma conversa esclarecedora.

Para crescer profissionalmente, é preciso criar as condições necessárias: escolha algo que gosta de fazer, dedique-se muito e esteja pronto para ouvir críticas, pois elas o ajudarão a se aperfeiçoar.

Exercer suas tarefas com prazer será o indicador de que você está no caminho certo da carreira.

Boa sorte!

Janaina Ferreira é professora do Ibmec-RJ. Amanhã, Sucesso nas Finanças

Últimas de _legado_Economia